Agência da Notícia

14 anos no MT

Agência da Notícia, Segunda-feira 16 de Dezembro de 2019

0 7
:
3 3
:
0 3

Últimas Noticias

Campanha Publicitária
publicidade

Notícias / Política

19 Nov 2019 - 14:15

Mendes entrega planilha e nega paralisação em obra de hospital

Prefeito havia dito ter recebido “bucha de canhão” de antecessor e foi rebatido em evento

Mídia News

Mídia News

 (Crédito: Mídia News)

Publicidade

O governador Mauro Mendes (DEM) usou seu discurso de 18 minutos, durante inauguração do Hospital Municipal de Cuiabá (HMC), na noite de segunda-feira (18), para entregar uma planilha ao prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) para provar que não deixou a obra do hospital abandonada.
 
A ação de Mendes foi por conta de uma declaração de Emanuel ao MidiaNews, no início de novembro, que disse ter recebido “uma bucha de canhão” de seu antecessor.
 
À época em que Emanuel assumiu o Alencastro, a obra do HMC estava com 20% de conclusão. “Ele abandonou a obra, largou aqui uma verdadeira bucha de canhão. Essa é a verdade”, disse Emanuel.
 
Segundo Mendes, desde o início da obra, em julho de 2015, em nenhum momento o projeto foi paralisado.
 
“Obrigado, prefeito, por ter terminado essa obra. Quero deixar em suas mãos uma planilha, porque esses dias vi o senhor noticiando, e tenho certeza que fez isso porque sua assessoria deve ter lhe informado de maneira equivocada, que a obra ficou paralisada, que a obra estava paralisada”, disse o governador.
 
"Porque tenho absoluta convicção que o senhor jamais falaria uma inverdade dessas".

“Aqui está em minhas mãos um documento oficial da Prefeitura que mostra que desde julho de 2015, quando a obra teve sua primeira medição, até o mês de maio, na sua 47ª medição, todos os meses, em todos esses anos, tiveram medição e deixaram essa obra sempre em funcionamento”, acrescentou.
 
Mendes disse acreditar que a assessoria de Emanuel lhe informou de maneira equivocada. As declarações foram dadas já ao final do discurso do governador, que foi encerrado com certa quantidade de vaias de apoiadores do prefeito.
 
“Tenho certeza que quando o senhor falou isso, foi sua assessoria. Porque tenho absoluta convicção que o senhor jamais falaria uma inverdade dessas. Então, para reposicionar a verdade, quero entregar pessoalmente em suas mãos e lhe agradecer muito por ter terminado essa obra”, disse.
 
Ainda em seu discurso, o governador citou o planejamento do projeto do HMC, o processo de licitação, enumerou os percalços que encontrou, como as ações judiciais enfrentadas por conta do terreno da obra.
 
Ele aproveitou, também, para anunciar a retomada das obras do Hospital Central de Cuiabá, que estão paralisadas há mais de 30 anos. E que lançará uma nova licitação para a conclusão do novo Hospital Universitário Júlio Müller, localizado na Rodovia Palmiro Paes de Barros, cuja construção está parada desde 2014.
 


Inserir comentário

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet