Agência da Notícia

Informação é Aqui!

Agência da Notícia, Sábado 29 de Fevereiro de 2020

0 3
:
2 8
:
0 5

Últimas Noticias

Campanha Publicitária
publicidade

Notícias / Geral

24 Jan 2020 - 09:30

Carvalho diz que Emanuel faz política de confronto, e nega escola

Chefe da Casa Civil afirma que antigo espaço irá se tornar escola de inclusão, mas manterá atual nome

Mídia News

Victor Ostetti/MidiaNews

 (Crédito: Victor Ostetti/MidiaNews)

Publicidade

O secretário-chefe da Casa Civil Mauro Carvalho ironizou o pedido do prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB) para que o Estado ceda a Escola Estadual Plena Professor Nilo Póvoas, no Bairro Bandeirantes, à Capital.

Em um artigo, enviado à imprensa nesta semana, Emanuel disse que a ideia era evitar que a unidade de ensino, que completa 50 anos em 2020, seja desativada, como a Secretaria Estadual de Educação (Seduc) anunciou no início deste mês.

Carvalho sugeriu que Emanuel tenta “atacar” a gestão do governador Mauro Mendes (DEM).

O secretário afirmou que o prefeito deveria ter tomado a mesma atitude quando a Santa Casa fechou suas portas em 2019. Por conta do episódio, Mendes decidiu assumir a unidade.

 “O prefeito Emanuel Pinheiro é um apaixonado. Apaixonado por uma política de confronto, política de discussões pesadas, mas nós não vamos entrar neste jogo. Nossa política, da gestão do governador Mauro Mendes, é uma política da transparência, honestidade, eficiência. Política para realmente beneficiar o próximo, beneficiar a população mato-grossense”, disse.

“Poderia ter tido essa intenção na Santa Casa de Cuiabá, que fechou por mais de 60 dias, mas ele não teve a iniciativa de assumir. Em uma decisão corajosa do governador, assumimos a Santa Casa. Temos que ter uma postura única na política. Conduta única. E é isso que o governador Mauro Mendes determina a toda sua equipe”, acrescentou.

Segundo o secretário, não há intenção de ceder a escola. Ele afirmou que o espaço onde hoje abriga a unidade se transformará em um Centro de Referência em Educação Inclusiva.

O espaço será utilizado para atender a todo tipo de inclusão, não somente dos alunos portadores de deficiência, como surdos, mudos e autistas, mas também os alunos que encontram-se sofrendo com bullying, depressão, violência doméstica, automutilação e uma série de fatores que acabam interferindo na aprendizagem e no desenvolvimento cognitivo.

“Escola Nilo Póvoas vai passar por uma grande reforma. Já tem orçamento destinado na Secretaria de Educação, acima de R$ 3 milhões. E vai ser uma escola de referência na inclusão. E essa escola está sendo a primeira do País. O nome Nilo Póvoas será preservado”, completou.

 

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet