Agência da Notícia

Informação é Aqui!

Agência da Notícia, Segunda-feira 17 de Fevereiro de 2020

1 0
:
1 2
:
1 4

Últimas Noticias

Campanha Publicitária
publicidade

Notícias / Geral

25 Jan 2020 - 09:14

MPE pede bloqueio de bens de médicos que faltavam a plantões

Profissionais da rede de Juara devem responder por ato de improbidade administrativa

Redação

Publicidade

Três médicos da rede pública de saúde no Município de Juara (a 709 Km de Cuiabá) foram acionados pelo Ministério Público Estadual Grosso por se ausentarem de forma reiterada e injustificada dos seus postos de trabalho. Os profissionais devem responder por ato de improbidade administrativa.
 
Nas ações, o MPE pleiteia, em caráter liminar, a indisponibilidade de bens dos três com o objetivo de assegurar, ao final do processo, eventual ressarcimento aos cofres públicos.

No decorrer do inquérito, conforme o MPE, um fato que chamou a atenção foi o baixo número de atendimentos efetivados pelos médicos.
 
Consta na ação que um deles realizou uma média de seis atendimentos por dia, o outro apenas um, e o terceiro uma média de 13 atendimentos, incluindo as duas cargas horárias a que estava vinculado (estatutária/20h e contratual/20h).

Depoimentos, diligências e documentos obtidos na apuração dos fatos demonstraram que o abandono do local de trabalho pelos profissionais ocorreu para atender finalidades particulares.
 
As investigações apontam que os médicos iam ao local de trabalho, realizavam o registro de entrada e já se ausentavam do posto, retornando no meio da jornada para atender os pacientes previamente agendados, que não poderia ultrapassar oito atendimentos.

Em setembro do ano passado, o MPE já havia ingressado com ação de improbidade administrativa contra quatro odontólogos acusados de promover a mesma prática, no município de Juara.
 

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet