Imprimir

Imprimir Notícia

4 Abr 2019 - 10:02

Novo PS não será "portas abertas" ao interior de MT

Novo Hospital Municipal de Cuiabá (HMC) não será administrado com modalidade 'portas abertas' voltada a pacientes do interior, segundo o secretário de Saúde, Antônio Possas de Carvalho. A afirmação foi proferida em uma entrevista, nesta quarta-feira (3).

De acordo com o secretário, haverá uma reunião com prefeitos e administradores da região metropolitana que reajustar o atendimento na nova unidade de saúde.

Ainda segundo ele, o que mais onera o atual Pronto Socorro de Cuiabá (PSMC) é a gestão na modalidade 'portas abertas', ou seja, não pode negar atendimento a ninguém, mesmo que o paciente seja de outra cidade.

Por outro lado, ele afirmou que o novo hospital municipal terá maior capacidade para cirurgias e isso desafogaria o atendimento do PSMC.

"A capacidade de cirurgias que podem ser feitas no Hospital São Benedito não é utilizada totalmente por falta de leitos. Como no novo hospital terá 315 leitos, poderemos transferir os que que estiverem no pós-cirúrgico para a nova unidade e assim, garantir que mais cirurgias sejam feitas", declarou.

Possas disse ainda que o novo hospital deve ser entregue, completamente terminado, até o dia 20 de maio. A unidade dispõe de 90 enfermarias de média complexidade, 60 Unidades de Terapia Intensiva (UTI), inclusive com isolamento, além dos 315 leitos.

"Tivemos um investimento de R$ 100 milhões em equipamentos, em uma área de 21 mil m²", destacou o secretário.

Com relação ao atual PS, o secretário afirmou que, após a inauguração da nova unidade, a prefeitura vai avaliar a melhor forma de funcionamento para o hospital antigo. Além disso, a proposta é fortalecer a rede de atenção básica, como Postos de Saúde, Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e Policlínicas.

Imprimir