Imprimir

Imprimir Notícia

25 Mai 2019 - 13:00

Mendes anuncia revisão de incentivos e nega medidas populistas

O governador Mauro Mendes (DEM) afirmou, nesta sexta-feira (24), que fará uma revisão de incentivos fiscais concedidos por meio de portarias.

 

Em uma reunião com a diretoria da Federação das Indústrias de Mato Grosso (Fiemt), o democrata disse que todos os setores da sociedade terão que ajudar na recuperação do Estado.

 

“Todos precisam dar sua parcela de contribuição para que seja possível fazer um freio de arrumação e, assim, ser possível mudar o rumo desse Estado, pois com um Estado recuperado, todo mundo ganha. Contudo, se ficar como está, todos nós iremos perder”, afirmou.

“Têm incentivos fiscais que foram concedidos por meio de portarias há mais de 20 anos e nós estamos revendo tudo”, completou.

Mendes afirmou que medidas necessárias para que o Estado possa atingir o equilíbrio financeiro passa pela tomada de "ações impopulares" em todos os setores da sociedade.

 

“Precisamos fazer políticas públicas olhando para os problemas, para que seja possível atingir as soluções. Por que com medidas populistas, vamos afundar ainda mais o nosso Estado”,disse.

 

No encontro, Mendes apresentou os números do Estado que, segundo ele, confirmam a necessidade de cortar despesas e reorganizar as contas públicas. 

 

Aos empresários que participaram da reunião, o governador destacou que o trabalho realizado pela atual gestão é para que o Estado se transforme em "um indutor de crescimento, porque hoje ele é uma âncora”. 

 

Também participaram da reunião os secretários Gilberto Figueiredo (Saúde), Basílio Bezerra (Planejamento e Gestão), Marcelo Oliveira (Infraestrutura) e Alberto Machado (Gabinete).

Imprimir