Imprimir

Imprimir Notícia

25 Mai 2019 - 13:30

Governo se mune contra greve de servidores da Educação

O Governo do Estado avalia que está munido de argumentos contra a greve que será deflagrava na próxima segunda-feira (27) pelos profissionais da Educação.

 

Um desses argumentos é o fato de o Ministério Público Estadual ter enviado uma notificação pedindo que o Executivo não dê qualquer aumento ou revisão salarial aos servidores, sob pena de incorrer em improbidade administrativa. 

 

Outro ponto que deve ser favorável é o fato de Supremo Tribunal Federal (STF) ter estabelecido, em 2016, que o corte de ponto de servidores que ausentarem do seu expediente em razão de greve seja automático.

 

Imprimir