Imprimir

Imprimir Notícia

12 Jun 2019 - 10:34 | Atualizado em 12 Jun 2019 - 11:09

O deputado federal Nelson Barbudo (PSL) afirmou que vê de forma positiva o conteúdo sobre Moro:

O deputado federal Nelson Barbudo (PSL) afirmou que vê de forma positiva o conteúdo das mensagens trocadas entre o ex-juiz federal Sérgio Moro e o procurador da República, Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Operação Lava Jato. Os conteúdos foram publicados pelo site "The Intercept Brasil".
 
Conforme o site, Moro teria orientado as investigações da Lava Jato em Curitiba, sugerido que o procurador trocasse a ordem de fases da operação, além de ter dado conselhos e pistas informais de investigação. Tudo isso por meio de mensagens trocadas por meio do aplicativo Telegram.
 
“Acho que ainda é muito cedo para avaliar, mas o que vi até agora é que os dois estavam combinando de prender bandido e isso, pra mim, é positivo”, disse Barbudo, ao sair em defesa do atual ministro da Justiça.
 
 
 
“Pra mim, o juiz que fala com promotor para prender bandido não é negativo, não. O conceito do Sérgio Moro, pra mim, só aumentou”, acrescentou.
 
O deputado ponderou, no entanto, que se houve qualquer conduta ilegal da parte de Moro ou Dallagnol, cabe à Justiça apurar.
 
“Agora, o País tem leis a serem seguidas. Evidentemente que as leis não podem ser violadas. Se teve crime nisso, a Justiça vai julgar”, disse.
 
“Só que eu conheço a índole do Moro e acho que eles não fizeram nada de mais, além do que o povo brasileiro estava esperando. A priori, aumentou minha admiração pelo Moro porque ele estava falando em prender bandido”, reiterou Barbudo.
 
Ele disse ainda que, ao contrário de vazamentos de mensagens relativas à Operação Lava Jato que já ocorreram anteriormente, neste caso, não há que se falar em qualquer prática de roubo.
 
“Os outros vazamentos eram dos bandidos do PT, falando em roubar o Brasil. Portanto, nota 10 para o Moro. Sérgio Moro tem meus parabéns porque o Brasil quer que prenda vagabundo mesmo", concluiu o parlamentar.

Imprimir