Imprimir

Imprimir Notícia

14 Dez 2019 - 10:07

Software antecipa estágios da soja

Pesquisadores do Instituto Nacional de Tecnologia Agropecuária (INTA), da Argentina, da Faculdade de Agronomia da Universidade de Buenos Aires e do Conselho Nacional de Investigacões Científicas e Técnicas da Argentina (Conicet) apresentaram um modelo de software simples e dinâmico que antecipa os estágios de desenvolvimento e crescimento da soja. 

Segundo Alan Severini, especialista em ecofisiologia de culturas no INTA, "é importante que os agricultores antecipem a ocorrência de períodos críticos, porque determinam o rendimento das culturas". 

O CRONOSOJA ©  é um modelo simples e dinâmico que trabalha com informações sobre o fotoperíodo e a temperatura de 34 variedades de soja para prever o florescimento (R1), o início do preenchimento de grãos (R5) e a maturidade fisiológica (R7). "Nós nos concentramos nas cultivares mais representativas do mercado de soja na Argentina, Uruguai e Paraguai", disse Severini. 

Nesse sentido, Daniel Miralles, especialista em lavouras de grãos da FAUBA, afirmou que  "este modelo é uma ferramenta essencial para o diagrama do plantio da lavoura, selecionando uma cultivar e uma localidade específicas". 

Prever cada um dos estágios que ocorrem nas lavouras de grãos, e em particular no caso da soja, é fundamental para identificar os momentos críticos que definem o rendimento. "Esta informação visa atingir a maior produtividade em cada ambiente", disse Miralles. 

Essa ferramenta ajuda a prever o momento de ocorrência dos diferentes estágios de crescimento (ontogenético), tanto em dias como em unidades térmicas. "A Cronosoja possui auxílios didáticos e simples, vinculados aos processos que ocorrem ao longo do ciclo da colheita e ao manejo que pode ser aplicado em cada uma dessas etapas", afirmou o especialista do INTA. 

Imprimir