Imprimir

Imprimir Artigo

5 Ago 2019 - 11:00

SIM, A MULHER NA POLÍTICA

No Reino Unido, há penas de morte para crimes de feminicídio. 
Na Itália, tramita um projeto de lei para castrar estupradores.  
Em Nova Jérsei, há um movimento jurídico para que Juízes respeitem vítimas de violência SEXUAL.  

E no Brasil, o que temos? Um presidente desatinado que ataca as mulheres de forma indigna, como fez nos últimos dias com Mirian Leitão, Bruna Surfistinha e todo o povo nordestino!
E assim segue o mal exemplo das autoridades que foram constituídas para prover o bem comum das pessoas, todavia agridem como fizera outrora um   Prefeito que quase esganou uma repórter pelo pescoço.  

E aí vêm pessoas nos dizer que não vamos discutir política? 
Este é justamente o discurso do dominador que quer pessoas analfabetas, submissas e   dominadas, para impor suas garras hipócritas, uma vez que suas práticas são contrárias às suas ações.  

Ressalto também, que não é salutar que nós mulheres levantemos a bandeira do feminicídio, contra a violência doméstica e continuemos votando em políticos machistas e " coroné". Nem tampouco elegermos mulheres que não abraçam nossa causa, ao contrário, apoiam condutas opressivas. Sejamos coerentes!

Pois bem mulheres, estejamos vigilantes e vamos juntas nos qualificar e nos opor a certos dizeres desprovidos de criticidade, porém carregados de más intenções, inclusive a de nos dominar politicamente. 

Mulherada, vamos sim debater   P O L Í T I CA S!

Imprimir