Mato Grosso

Quinta-feira, 18 de julho de 2024
informe o texto

Artigos Josualdo Euzébio Silva

Home office e estudo à distância são riscos para a saúde vascular

25/03/2024 - 10:34 | Atualizado em 25/03/2024 - 12:12

Foto: Reprodução

O trabalho em home office e o ensino à distância, cada vez mais crescente no mercado, principalmente entre jovens e adultos, têm se transformado em um estilo de vida que requer cuidados para evitar o desenvolvimento de doenças vasculares, como as varizes e a trombose. Afinal, permanecer muito tempo em uma única posição, como, por exemplo, sentado de frente ao computador ou em pé o tempo inteiro pode ser extremamente prejudicial à saúde. 

As varizes apresentam várias causas, como a genética, o envelhecimento e esse costume/necessidade de ficar em uma posição específica compromete a circulação com a retenção do líquido, sem conseguir fazer todo o percurso nos membros inferiores para retornar ao coração. O sangue parado aumenta a pressão, provocando inchaço, sensação de cansaço e, claro, deixando as pernas repletas de linhas azuis arroxeadas. Publicidade
Outros sintomas são a queimação estendida à planta dos pés, coceira, cãimbras e dor, destacadamente no fim do dia. A presença de varizes ainda eleva o risco para o desenvolvimento de outras condições, como eczemas, hemorragias, dermatite, úlceras e trombose.O sangue acumulado pode coagular - formando a trombose -, que afeta ainda mais a circulação, naturalmente mais lenta pelo caminho a ser percorrido. A patologia é, em princípio, assintomática, mas pode causar muitas dores, inchaço, vermelhidão, aumento da temperatura na área atingida e rigidez do membro.

O risco da trombose está na sua evolução para embolia pulmonar, condição em que o coágulo se desprende da origem e segue em direção aos pulmões. Os sinais de alerta são a falta de ar, dor no peito, ritmo cardíaco acelerado, palpitações, sudorese, tontura, desmaios e tosse seca, às vezes acompanhada de sangue. A pessoa deve procurar um hospital rapidamente, devido ao risco de óbito.Publicidade
Os adeptos da modalidade à distância devem adotar alguns hábitos para prevenir esses problemas. Primeiro, é preciso se movimentar ao longo do dia, sendo possível iniciar o processo mesmo sentado, balançando as pernas para frente e para trás, assim como apoiar ambos os pés no chão e levantar os calcanhares, sem tirar a ponta dos dedos do solo, movimentando as panturrilhas, consideradas o segundo coração.Contudo, também é necessário ficar de pé e andar. Dessa forma, fazer pausas durante o expediente para caminhar, mesmo que seja para ir à cozinha ou ao banheiro, é benéfico para a circulação. Todos devem optar por praticar atividade física no tempo livre; existem diversas modalidades, sendo algumas das mais recomendadas  caminhada, ciclismo, musculação e  atividades aquáticas, como natação e hidroginástica.

Caso a sensação de incômodo persista e/ou os primeiros sinais estejam visíveis, é importante consultar um cirurgião vascular para análise da condição. As mulheres, por exemplo, são as principais vítimas dessas causas, notadamente devido à gravidez e ao uso de medicamentos à base de hormônios.

O especialista avalia cada caso e recomenda um tratamento, podendo ser atividade física, prescrição de medicamentos, como anticoagulantes, além do uso de meias de compressão, indicadas até mesmo para a prevenção. Já a cirurgia só é recomendada para os casos mais avançados.

Josualdo Euzébio Silva

Josualdo Euzébio Silva
Josualdo Euzébio Silva é médico cirurgião vascular, membro titular da Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular.
ver artigos
 
Sitevip Internet
Fale conosco via WhatsApp