Mato Grosso

Quinta-feira, 18 de julho de 2024
informe o texto

Notícias Agronegócio

Em queda:

Oferta da soja de Mato Grosso reduz

Agência da Notícia com Agronews

07/06/2024 - 08:14

A produção de soja em Mato Grosso para a safra 2024/25 foi estimada em 43,68 milhões de toneladas, apresentando uma leve queda de 0,95% em relação ao relatório divulgado em maio de 2024. Este declínio pode ser atribuído a condições climáticas adversas e ajustes no manejo das lavouras, refletindo uma ligeira variação negativa na oferta geral da oleaginosa no estado.

Em contrapartida, a demanda externa pelo grão mato-grossense se manteve inalterada, com projeções fixadas em 26,91 milhões de toneladas. Este número demonstra a estabilidade do mercado internacional em relação ao produto, reafirmando a posição de Mato Grosso como um dos principais fornecedores globais.[mercado da soja]O consumo interno em Mato Grosso apresentou um aumento significativo de 1,12%, totalizando 12,61 milhões de toneladas. Este crescimento é impulsionado pela expansão da capacidade de processamento das indústrias esmagadoras locais, que estão se preparando para atender a uma demanda crescente. A ampliação das instalações industriais reflete a confiança no potencial de mercado e na qualidade da oleaginosa produzida no estado.

Os estoques finais da safra 2024/25 sofreram uma pressão devido ao aumento do consumo interno, resultando em uma projeção de 0,47 milhão de toneladas, uma redução de 8,54% em relação ao relatório anterior. No entanto, é crucial notar que, apesar da diminuição, os estoques são 122,26% maiores do que os registrados na safra 2023/24. Este incremento significativo em comparação com a temporada passada se deve à expectativa de um aumento na oferta total do grão.

A dinâmica da safra 2024/25 de soja em Mato Grosso revela um cenário de leve recuo na produção, estabilidade na demanda externa e aumento no consumo interno. Apesar da redução nos estoques finais, a disponibilidade do grão ainda é consideravelmente maior do que na temporada anterior, refletindo a capacidade de adaptação e crescimento do setor agropecuário no estado.

Mercado Financeiro

Indicador Imea: devido ao aumento do dólar, o preço médio em Mato Grosso exibiu alta de 0,59% ante a semana passada, ficando cotado a R$ 117,47/saca;
Dólar: a moeda norte-americana apresentou aumento de 0,99% no comparativo semanal e ficou na média de R$ 5,20/US$;
Base MT-CME: com acréscimo de 5,75% em relação à semana anterior, o diferencial de base fechou a semana na média de -R$ 22,76/saca.
 
Sitevip Internet
Fale conosco via WhatsApp