Mato Grosso

Sexta-feira, 19 de julho de 2024
informe o texto

Notícias Polícia

No Araguaia:

Motorista mata professor atropelado em Campinápolis e alega ter pensado ser "um cachorro"

Agência da Notícia com Folha Max

11/06/2024 - 07:11 | Atualizada em 11/06/2024 - 07:16

Motorista mata professor atropelado em Campinápolis e alega ter pensado ser

Foto: Divulgação

Uma câmera de segurança registrou o momento do atropelamento que matou o professor Leandro Ribeiro Padilha, de 31 anos, conhecido como Caju, na madrugada deste domingo (09), no distrito São José do Couto, em Campinápolis. O motorista, um rapaz de 19 anos, fugiu sem prestar socorro, mas foi preso ainda em flagrante, cerca de uma hora após o acidente.

As imagens mostram o docente caminhando próximo da calçada quando um carro Gol vermelho sobe o meio-fio e o atinge em cheio. Em seguida, o veículo deixa o local.

A morte de Leandro foi constatada ainda no local por uma enfermeira e policiais militares acionados. Pouco tempo depois, o vídeo do atropelamento ganhou as redes sociais no município de Campinápolis e região gerando indignação da população, que acredita que o atropelamento tenha sido proposital e motivado por homofobia.

Ainda de acordo com os relatos, o professor voltava da escola onde lecionava e iria ajudar nos preparativos de uma festa junina.

Populares também relataram ao site A Notícia em Foco que o motorista teria pegado o veículo de um tio sem autorização e estava ingerindo bebidas alcoólicas, além de fazer manobras perigosas como “cavalo de pau” nas ruas da cidade.

O suspeito foi localizado e preso pouco tempo depois pela Polícia Militar. Os agentes chegaram a ir até a casa do dono do carro e foram informados por ele que o automóvel estava com um sobrinho, o qual ao ser preso alegou não se lembrar de como ocorreu o atropelamento. Ele disse ainda que acreditava ter atropelado “um cachorro”.

O rapaz foi encaminhado para a delegacia e entregue aos cuidados da Polícia Civil, responsável por investigar o caso e adotar as medidas cabíveis em relação ao motorista preso. 
 
Sitevip Internet
Fale conosco via WhatsApp