Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Terça-feira 19 de Janeiro de 2021

1 5
:
5 9
:
1 6

Últimas Noticias

Campanha Publicitária

Notícias / Polícia

5 Jan 2021 - 08:30

Presidente revela que meta é acabar com "apelido" da Câmara de Cuiabá

Juca do Guaraná Filho afirma que um dos seus objetivos é mostrar que o Legislativo presta relevantes serviços a população

DIEGO FREDERICI

Reprodução:

 (Crédito: Reprodução:)
O vereador, e presidente da Câmara de Cuiabá, Juca do Guaraná Filho (MDB), revelou que um dos objetivos de sua legislatura é “renovar” o nome da instituição, também conhecida como “Casa dos Horrores”. O Poder Legislativo Municipal obteve o “apelido” após sucessivos escândalos de corrupção ao longo dos anos, e por manter uma relação “fisiológica” com os diversos prefeitos que passaram pela Capital nas últimas décadas.

Juca do Guaraná declarou a jornalistas no último dia 1º de janeiro que “parte da imprensa”, e não as denúncias e suspeitas contra os vereadores de Cuiabá, é responsável pelo nome “Casa dos Horrores”.

“Renovar o nome da Câmara, mudar esse nome que parte da imprensa, não digo todos, mas apelida a Casa com termos pejorativos. Nossa meta é ter o reconhecimento que essa Casa aqui merece, nós vamos buscar esse reconhecimento”, opinou Juca do Guaraná Filho.

O presidente do Legislativo da Capital, eleito com 18 votos de seus colegas na Câmara, é do mesmo partido do prefeito Emanuel Pinheiro, o MDB. Membros da Casa de Leis Municipal reclamaram da influência direta do Executivo na eleição uma vez que a Mesa Diretora controla a pauta de projetos de lei, além do seu próprio orçamento. Juca do Guaraná negou que tenha tido uma “mãozinha” no pleito, embora a chapa vencedora da qual faz parte seja de apoio a Pinheiro.

VLT

Na mesma linha do prefeito Emanuel Pinheiro, o presidente da Câmara de Cuiabá, Juca do Guaraná Filho, também se mostrou contra a mudança do sistema de transporte na Capital de Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) para o Bus Rapid Transport (BRT). No fim de dezembro de 2020, o governador Mauro Mendes (DEM), adversário político de Pinheiro, anunciou a mudança por questões “técnicas” e de “custos”.

Para Juca do Guaraná Filho, porém, a discussão também deveria passar pela Câmara de Cuiabá – argumento parecido com o utilizado por Emanuel Pinheiro, que se queixa de ter ficado de fora do debate pelo modal.

“Tudo o que diz respeito a Cuiabá, tem que passar pela Câmara de Cuiabá. E até onde eu sei, não foi discutido sequer entre a esfera estadual. Então vamos buscar que se discuta também na Câmara de Cuiabá”.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet