Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Terça-feira 19 de Janeiro de 2021

1 5
:
0 8
:
4 6

Últimas Noticias

Campanha Publicitária

Notícias / Economia

6 Jan 2021 - 08:10

Juiz manda Havan tirar cliente do SPC por cobrar juros abusivos em Cuiabá

Mulher deixou de pagar parcelas por cinco meses e juros foram superiores a dívida

ALEXANDRA LOPES

Reprodução:

 (Crédito: Reprodução:)
O juiz Yale Sabo Mendes, da  7ª Vara Cível de Cuiabá,  determinou que a Havan retire o nome de uma cliente inserido de forma indevida no SPC (Serviço de Proteção ao Crédito) e Serasa sob pena de multa diária de R$ 500. O estabelecimento cobrava da consumidora parcelas com juros considerados abusivos. 

Na ação revisional cumulada com pedido de danos materiais, a  cliente pedia a autorização para a realização do depósito judicial das parcelas atrasadas e a suspensão imediata da negativação do nome dela nas instituições. Conforme os autos, a consumidora, por enfrentar dificuldade financeira, deixou de pagar  alguns débitos, e não honrou cinco parcelas, que correspondentes ao meses de junho a outubro do ano passado.

Afirma que no 1º de dezembro tentou efetuar o pagamento do débito, mas verificou que a cobrança de juros era abusiva, uma vez que os valores dos juros superam em 100% o valor dívida. A cliente diz que  Havan cobra juros abusivos e a dívida não  se  trata  de  cartão  de crédito  e  sim de um cartão da empresa Havan, para  compras  exclusivamente  internas.

O magistrado destaca os documentos apresentados pela cliente possuem contornos  de  abusividade, implicando na  suspensão dos atos extrajudiciais para  cobrança  dos débitos até a elucidação dos  fatos, em obediência  à proteção  máxima da  legislação especial (CDC) e por este motivo deferiu parcialmente a ação. Contudo, intimou a Havan para comparecer a audiência  de conciliação.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet