Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Terça-feira 19 de Janeiro de 2021

1 4
:
3 6
:
0 8

Notícias / Política

12 Jan 2021 - 13:00

Se mexer com Faiad na presidência, não tem mais conversa no MDB, diz Emanuel

rd news

Reprodução:

 (Crédito: Reprodução:)
Abarca do MDB em Cuiabá não está sem condutor, segundo o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), que não economiza críticas aos correligionários e defende que aliado o Francisco Faiad continue na presidência na Capital. Para ele, que garante continuar na sigla, o partido precisa retomar a identidade histórica de diálogo com “as massas” e enalteceu o líder Carlos Bezerra “que simboliza isso”.“Não há menor possibilidade de discutir MDB se mexer com Faiad na presidência. Não existe disputa, o presidente é Faiad, ele não traiu o partido e apoiou o candidato do partido”, disse Emanuel em entrevista à Rádio CBN, nesta terça (12).

A reação se deve ainda às mágoas da campanha à reeleição na qual enfrentou resistência dentro do partido como o rompimento com a deputada estadual Janaina Riva (MDB) que apoiou Roberto França (Pode). Após cravada a vitória do prefeito, Janaina, com aval de Bezerra, anunciou a destituição de Faiad do diretório municipal que passaria a ser liderado por ela.

Ele defende que o partido reconheça “novas lideranças” e citou o presidente da Câmara, Juca do Guaraná.  

“Não pretendo deixar o MDB, ao contrário, quero ajudar que o MDB não perca a ligação com o povo. A história do Bezerra simboliza isso. Quero que o MDB volte a ser o MDB, não essa sigla que se transformou”.

Emanuel que as crises internas estavam prestes a serem resolvidas, mas os problemas foram acentuados por conta da questão do VLT. Ele considerou uma “traição” da bancada do partido na Assembleia por ter aprovado a mudança do modal VLT para o BRT, conforme decidiu o governador Mauro Mendes (DEM).

“Precisamos conversar, lavar a roupa suja, identificar o porquê da traição, ninguém quer viver em crise. Quando parece que vamos encontrar um caminho, vem o VLT. O partido não tem que ser do governador, tem que ser do povo”, concluiu.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet