Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Terça-feira 19 de Janeiro de 2021

1 5
:
2 4
:
4 4

Últimas Noticias

Campanha Publicitária

Notícias / Cidades

12 Jan 2021 - 15:00

Cuiabá monta "estratégia de guerra" para evitar furto de vacinas que começam ser aplicadas em fevereiro

Municípío está adquirindo freezers para armanezar vacinas

ALLAN MESQUITA

Reprodução:

 (Crédito: Reprodução:)
A secretária municipal de Saúde, Ozenira Félix, revelou que a Prefeitura de Cuiabá deve iniciar a vacinação contra covid-19 no fim de fevereiro, após o Carnaval. Durante entrevista à rádio Jovem Pan (93.3 FM) nesta terça-feira (12), a chefe da pasta afirmou que um contrato para o fornecimento dos imunizantes já foi assinado com o Ministério de Saúde. 

“O Governo Federal já fechou o contrato e já até mandou pra gente como vai se dar a vacinação, inclusive, informando algumas datas. Eles (o Governo federal) passaram pra gente a perspectiva, e com isso, esperamos que até o final de fevereiro já estejamos vacinando”, adiantou. 

De acordo com a secretária municipal de Saúde, está sendo definido junto à Diretoria de Atenção Primária da SMS quais unidades de saúde vão oferecer a vacina. Em dezembro, o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) anunciou que havia iniciado as primeiras tratativas para aquisição da Coronavac, desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, que é vinculado ao governo de São Paulo. 

No entanto, o imunizante ainda depende da liberação do uso emergencial que será emitido Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Conforme o plano preliminar de vacinação do Ministério da Saúde, a imunização da população será de responsabilidade da União, dos estados e dos municípios, cabendo às gestões municipais coordenar e executar as ações de vacinação, gerenciar o estoque de vacinas e insumos (armazenamento e transporte para os locais de uso), descartar e dar a destinação final correta aos frascos, seringas e agulhas utilizados, alimentar e gerenciar o sistema de informação do plano nacional de imunização.

Nesse contexto, Felix declarou que enquanto não ocorre a liberação, o município trabalha para aquisição de freezers para armazenagem das vacinas e para definição de um esquema de segurança para evitar que os imunizantes sejam furtados. “Nós já fizemos todo um processo de organização. Amanhã vamos fazer o fechamento e apresentação para o prefeito como vai se dar o processo de vacina, inclusive o processo de segurança das vacinas, por que nós vamos ter um risco de roubo né”, finalizou Félix.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet