Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Terça-feira 19 de Janeiro de 2021

1 5
:
4 7
:
4 3

Últimas Noticias

Notícias / Cidades

12 Jan 2021 - 16:00

Estado admite adiar retomadas das aulas presenciais e faz enquete com pais e professores

Votantes poderá escolher entre retorno 100% presencial; sistema híbrido ou 100% online

Folha Max

Reprodução:

 (Crédito: Reprodução:)
O governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Educação (Seduc-MT), quer ouvir pais e responsáveis pelos alunos da rede estadual de ensino, assim como todos os profissionais, para saber a opinião sobre o retorno das aulas em fevereiro deste ano. Por meio de uma enquete no site da Seduc (www.seduc.mt.gov.br) será possível escolher entre três modelos: presencial (100% dos alunos em sala de aula), híbrido (50% dos alunos em sala de aula, com revezamento) ou não presencial (100% dos alunos em casa com estudo on-line e off-line).

A enquete começa nesta terça-feira (12) e a votação será finalizada na quinta-feira (14).Para votar, pais ou responsáveis e os profissionais da educação deverão informar o número do CPF, o município onde os filhos estudam ou onde o profissional está lotado, e no caso dos pais quantos filhos estão matriculados na rede estadual de ensino.

Votos com CPF inválidos ou repetidos não serão computados.

Secretário de Educação, Alan Porto enfatiza que o diálogo será ampliado também com o Sindicado dos Trabalhadores no Ensino Público (Sintep), Fórum Estadual de Educação, União dos Dirigentes Municipais de Educação de Mato Grosso (Undime), Associação Matogrossense dos Municípios (AMM), senadores, deputados federais e estaduais.

“As aulas serão retomadas no dia 8 de fevereiro, mas o modelo vai depender da curva epidemiológica da Covid-19. Não vamos tomar nenhuma decisão irresponsável. Nossa maior preocupação é com a saúde dos nossos profissionais e alunos”, enfatiza Alan Porto.

O secretário destaca que a enquete e as discussões com representantes de sindicato, comissões e políticos têm o objetivo de saber qual é a análise feita pela sociedade. “A decisão final será tomada levando em consideração a opinião de pais e responsáveis pelos alunos, a dos profissionais que estarão nas escolas, dos representantes da sociedade e os dados da Covid-19. Já tivemos um grande prejuízo no aprendizado em 2020 devido à pandemia. O ensino presencial é indispensável, principalmente na fase da alfabetização. Mas este retorno só ocorrerá de forma totalmente segura”, garante Alan Porto.  

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet