Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Terça-feira 25 de Janeiro de 2022

0 4
:
2 6
:
2 4

Últimas Noticias

Notícias / Política

10 Out 2014 - 09:25

Procurador diz que PSOL vai manter “chapa única” em 2016

Mauro teve 84.208 votos, mas, por falta de coligação, partido não ganhou vaga na Câmara

Agência da Notícia com Mídia News

 Candidato do PSOL mais bem votado em Mato Grosso neste ano, o Procurador Mauro afirmou que continuará sendo estratégia da sigla manter a chapa única nas próximas eleições - marcadas para 2016.

Pela falta de coligação com outros partidos, Mauro foi “eleito” e não levou: foram 84.208 votos, número que o tornou o sétimo mais bem votado para a Câmara Federal. Mato Grosso possui oito cadeiras.

Para eleições proporcionais, no entanto, é usada a regra do quociente eleitoral e, exatamente devido às coligações, os dois últimos eleitos tiveram resultados abaixo do Procurador Mauro: Victório Galli (PSC) com 64.691 votos e Valtenir Pereira (Pros), 62.923 votos.
"Acredito que esta eleição reforça que nossos eleitores votam exatamente pela maneira que nós temos conduzido nossa campanha: modesta financeiramente e sem coligação com partidos da direita"
“Impossível não falar que a gente não fica triste, porque trabalhávamos a possibilidade de ser eleito. Ao mesmo tempo, ficamos felizes pela expressividade do voto. Acredito que esta eleição reforça que nossos eleitores votam exatamente pela maneira que nós temos conduzido nossa campanha: modesta financeiramente e sem coligação com partidos da direita”, disse Mauro.

Ao MidiaNews, ele disse que a única possibilidade de a legenda coligar é com partidos que comungam do mesmo ideal do PSOL, o que, na prática, não existe em Mato Grosso.

“A rigor, o PSOL teria autorização para fazer coligação com o PCB e o PSTU. Esses partidos não existem em Mato Grosso, não têm representação. As outras siglas, nós consideramos que são da direita e não têm possibilidade de coligar com o PSOL, até porque seria uma incoerência e não passa pela cabeça da direção e nem da militância”, explicou.
"A rigor, o PSOL teria autorização para fazer coligação com o PCB e o PSTU. Esses partidos não existem em Mato Grosso, não têm representação"
Futuro político

A respeito da possibilidade de ser candidato a Prefeitura de Cuiabá, em 2016, o Procurador Mauro afirmou ser muito cedo para conjecturas.

“Acredito que é prematuro a gente discutir candidatura ainda. Na verdade, o que a gente já esta discutindo é que, futuramente, precisamos interiorizar. Hoje, o partido está focado muito na Capital e em Várzea Grande e precisamos interiorizar’.

“Durante essa campanha, conseguimos, durante nossas viagens, conversar com muitas pessoas no interior, que estão se dispondo a construir novos diretórios. Candidatura é praticamente conversada em 2016”, disse.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet