Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Terça-feira 2 de Março de 2021

1 0
:
1 9
:
0 1

Últimas Noticias

Notícias / Polícia

21 Jan 2021 - 17:40

Frustrado, Emanuel revê posição e vai tentar adquirir vacinas

Prefeito vai enviar um emissário para articular aquisição com a Fiocruz e Instituto Butantan

midia news

Reprodução:

 (Crédito: Reprodução:)
O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) voltou a admitir que vai tentar fazer a compra direta da vacina contra a Covid-19 para a população cuiabana.

No início desse mês, o prefeito havia informado que tinha desistido da compra anunciada em dezembro do ano passado para aguardar o plano de vacinação do Ministério da Saúde.

Ocorre que as poucas doses que chegaram a Cuiabá e a falta de informação em relação aos próximos lotes deixaram Emanuel preocupado.

Ao todo, a Capital recebeu 8.027, o que para ele é uma quantidade baixa para a maior e mais populosa cidade de Mato Grosso.“A preocupação, até pela pouca informação, é isso [desabastecimento por parte do Governo Federal]. Veio pouca vacina. É o desabastecimento. A sociedade está inquieta, ansiosa, todo mundo quer ser vacinado. Nós precisamos ter mais informações oficiais e nos preparar para que Cuiabá acompanhe o dinamismo e sempre à frente, todas as ações no intuito de imunizar a população”, afirmou.

Emanuel disse que enviará um emissário nessa semana a São Paulo para buscar mais informações a respeito do assunto com a Fiocruz e o Instituto Butantan

“Nós vamos manter contato direto com os laboratórios, inclusive estaremos encaminhando, na sexta-feira, um emissário a São Paulo para articular junto a Fundação Fiocruz e o próprio Instituto Butantan”, disse.

“No momento não estão liberadas as vacinas que não sejam via Governo Federal e eu acho tranquilo, eu também me pauto por essa linha de segurança oficial. Entretanto eu não quero que Cuiabá seja pega de surpresa e quero que Cuiabá esteja à frente para saber se vamos poder e em que momento vamos poder fazer a aquisição diretamente dos laboratórios”, acrescentou.

O prefeito garantiu que Cuiabá tem dinheiro em caixa para adquirir as vacinas.

“Dinheiro é uma questão de prioridade. Saúde é prioridade. Nós temos um dinheiro reservado para outros investimentos, mas se houver necessidade para adquirir vacina, podemos suspender esses investimentos, uma vez que a saúde, a vida das pessoas, não pode esperar”, afirmou.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet