Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Terça-feira 2 de Março de 2021

1 0
:
5 5
:
2 5

Últimas Noticias

Notícias / Polícia

22 Jan 2021 - 11:10

Emanuel diz que teve reunião ‘de amores’ com Bezerra e garante permanência no MDB

Isabela Mercuri / Do local - Airton Marques

Rogério Florentino / Olhar Direto

 (Crédito: Rogério Florentino / Olhar Direto)
O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) negou, mais uma vez, que haja intenção, de sua parte, de sair do MDB. Ele contou que participou de uma reunião “de amores” com o presidente estadual do partido em Mato Grosso, Carlos Bezerra, onde reiterou seu amor pela sigla. No entanto, o prefeito criticou a tentativa de aproximação com o governador Mauro Mendes (DEM).“Tive uma reunião com o deputado Carlos Bezerra hoje de manhã. Reunião de amores recíprocos, de trocas de juras de trabalho e de fidelidade, até porque eu respeito demais a história, a vida e a biografia de Carlos Bezerra”, disse Emanuel, em entrevista ao Olhar Direto durante ‘live’ do Instagram.

“Reafirmei para ele que não pretendo sair do MDB, mas quero contribuir para resgatar o MDB que ele construiu a vida inteira. O MDB da resistência, da democracia, dos menos favorecidos, sintonizado com as ruas, sintonizado com o povo e não sintonizado com o governo. Sintonizado com os mais humildes, e não com quem detém o poder. Um MDB livre, independente, e não um MDB que se comporta como vaquinha de presépio dos interesses do Governo do Estado sem discutir com a sociedade. Foi isso que eu disse, respeitando os pensamentos contrários, mas o meu compromisso é com o povo. Eu quero resgatar o MDB do Bezerra, o MDB do povão, o MDB sintonizado com as ruas”, afirmou.

O prefeito disse, ainda, que é “coerente com as ruas”, e criticou a tentativa de aproximação do MDB com o governo do estado. Em dezembro de 2020, Bezerra chegou a convidar Mauro para ir para o MDB, e em janeiro de 2021 todos os deputados estaduais correligionários de Emanuel votaram a favor da autorização de mudança de modal, do VLT para BRT, o que o prefeito já afirmou ser contra.

Para Pinheiro, só se justifica apoiar um Governo diante de “algumas pautas”, que pontuou: “[O Governo] mudou o compromisso e o comportamento do governador com o servidor público? Vai passar a tratar o servidor público com mais respeito, com valorização? Se sim, justifica aproximar, voltar o diálogo. A reforma da previdência mudou? Vai haver alguma sensibilidade com quem ganha salário mínimo? ”, exemplificou.

“Há algumas bandeiras, bandeiras com a sociedade, bandeiras com a população, que representa uma história de vida do MDB e que devem ser preconizadas. Se o governo mudar, mudou e estiver, por exemplo, eu só falei quatro exemplos só, são inúmeros. Mas se o governo mudou e passou a ser um governo mais social, mais voltado para os humildes, para os mais pobres, que dialoga com a sociedade e que respeita o servidor público, por exemplo, e o setor produtivo, aí eu concordo que o partido possa estar dialogando e até contribuindo com o governo. Fora isso, aí é chamar crise, porque eu tenho direito de me manifestar, como prefeito da capital e membro do MDB”, completou Emanuel.

Lives

Emanuel foi o primeiro a participar do projeto de lives no perfil do Olhar Direto no Instagram. As entrevistas ao vivo serão realizadas todas as quintas-feiras no @olhardiretooficial. Assista a íntegra da entrevista:

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet