Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Quinta-feira 4 de Março de 2021

2 1
:
4 4
:
0 7

Últimas Noticias

Notícias / Judiciário

27 Jan 2021 - 15:50

Justiça libera veículo bloqueado em ação do MP contra empresário envolvido em esquema na Setas

Vinicius Mendes

Rogério Florentino / Olhar Direto

 (Crédito: Rogério Florentino / Olhar Direto)
A juíza Celia Regina Vidotti, da Vara Especializada em Ação Civil Pública e Ação Popular, julgou procedente um recurso da Cooperativa de Crédito dos Médicos, Outros Professionais da Saúde e Empresários de Mato Grosso (Unicred) que buscava a retirada da indisponibilidade de um Fiat Fiorino, que teve seu bloqueio decretado em uma ação do Ministério Público que tem como alvo o empresário Murilo Cesar Eite Gattas Orro, que era o proprietário do veículo. Murilo estaria envolvido em um esquema da ex-primeira-dama Roseli Barbosa na Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social de Mato Grosso (Setas).A Operação Arqueiro investigou esquema de fraudes em convênios na Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social de Mato Grosso (Setas) até o ano de 2014, durante gestão da ex-primeira-dama Roseli Barbosa.
 
A ação penal foi proposta pelo Ministério Público contra Roseli Barbosa e mais de 40 pessoas, entre elas o empresário Murilo Cesar Eite Gattas Orro. A Justiça determinou o bloqueio de bens e contas, em até R$ 1,89 milhão, dos réus.
 
A Unicred entrou com embargos de terceiro buscando a liberação de um veículo que foi de Murilo.  A Cooperativa explicou que concedeu crédito ao empresário no valor de R$ 33.950,00 em maio de 2014, ao que foi dado como garantia o Fiat Fiorino.
 
O empresário se tornou inadimplente durante a vigência do contrato e a Unicred então entrou com ação de busca e apreensão do veículo em janeiro de 2017. Por consequência, o veículo foi apreendido e, sendo a ação julgada procedente, consolidou-se a posse do carro de forma definitiva em favor da Cooperativa.
 
No entanto, após a decisão judicial, ao tentar transferir o veículo para sua titularidade, a Unicred se deparou com um bloqueio judicial sob o bem objeto da presente ação. Ela reforçou que possui a posse indireta do veículo desde maio de 2014, dois anos antes da restrição judicial do bem, que ocorreu em maio de 2016.
 
Ao analisar o pedido a juíza verificou que ficou comprovado que a Unicred possui tanto a posse como a propriedade do Fiat Fiorino, o que lhe dá legitimidade para entrar com o recurso. Em consonância com o Ministério Público a magistrada julgou procedente o recurso e retirou a constrição de indisponibilidade do veículo.“No caso vertente, a inadimplência da parte embargada se deu desde o início da vigência do contrato, ou seja, desde a data de 16/05/2016. Sendo assim, o veículo que recebeu a restrição não pertencia ao embargado e desse modo não poderia ser objeto de indisponibilidade ou penhora”, explicou a juíza.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet