Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Terça-feira 19 de Outubro de 2021

2 0
:
3 5
:
0 5

Últimas Noticias

Notícias / Operação Lava Jato

3 Fev 2021 - 09:23

Batalhão Ambiental apreende 2,3 toneladas de pescado e aplica R$ 196 mil em multas durante a Piracema

O período de defeso nos rios de Mato Grosso que fazem divisa com outros estados, continua até 28 de fevereiro devido às normas serem federais.

Redação Agência da Notícia com ASCOM

Com foco na prevenção, as equipes do Batalhão de Proteção Ambiental da Polícia Militar (BPMPA) apreenderam de 1º de outubro de 2020 a 31 de janeiro - 2.373,555 quilos de pescados e aplicaram R$ 195.997,00 - em multas em todo estado durante a Piracema.

Nesse período proibitivo de pesca, os policiais não mediram esforços nas operações para inibir e coibir a pesca predatória e também fiscalizar os estoques nos empreendimentos que comercializam pescado.

Nas fiscalizações nas barreiras, patrulhamentos fluviais com auxilio de 46 embarcações e verificação de denúncias, os policiais tiraram de circulação 113 redes de grande porte, 40 tarrafas, 83 armações de espinhéis, 150 cevas fixas encontradas nos rios e 181 outros tipos de petrechos proibidos. Nesse trabalho foram apreendidos ainda
76,19 quilos de carne de caça.

Foram recolhidos 10 motores de rabeta, um motor de popa, um motor elétrico, dois barcos de alumínio, 19 armas de fogo e 203 munições. Duas toneladas de pescado foram vistoriado em estoques de restaurantes, bares, entre outros que comercializam pescado.

O comandante do Batalhão Ambiental, tenente–coronel Fagner Augusto do Nascimento ressalta que ações desenvolvidas pela unidade especializada é reflexo do comprometimento dos policiais em proteger o meio ambiente.

Destaca ainda ser alto o índice de apreensões, mas mesmo assim o trabalho ostensivo visa à prevenção.

“Nós trabalhamos para não haver pesca predatória, porém, na  pratica é diferente. Ainda é eficaz alcançar e responsabilizar os infratores. Muitas das nossas ações foram fomentadas pela denúncia da população que ajudou muito o nosso trabalho”.

O comandante explicou que o trabalho com as demais instituições nas três bacias hidrográficas foram coordenada. Os dados revelam a parte repressiva com a retirada dos equipamentos, a apreensão do pescado e o transporte irregular.

“As ações continuam com o fim do período de defeso, nas fiscalizações, na certificação das licenças ambientais com tipo de pesca e quantidade, além dos equipamentos permitidos e proibidos”, destaca.

Destaca ainda que o período de defeso nos rios de Mato Grosso que fazem divisa com outros estados, continua devido às normas serem federais. “É importante lembrar que a Piracema nesses rios continua até 28 de fevereiro”, finaliza. 

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet