Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Sábado 27 de Fevereiro de 2021

0 7
:
2 0
:
5 6

Últimas Noticias

Notícias / Operação Lava Jato

3 Fev 2021 - 09:26

Menina de 15 anos tenta matar a mãe com facão e ameça policiais

Redação Agência da Notícia com ASCOM

Reprodução

 (Crédito: Reprodução)
Menor de 15 anos foi apreendida no final da tarde de segunda-feira (1), na cidade de Vera (458 km ao Norte de Cuiabá), após tentar matar a mãe, mulher de 49 anos, com golpes de facão. Policiais militares foram acionados, mas por pouco não foram esfaqueados pela menina. Eles precisaram atirar na perna dela para conseguir imobilizá-la.

De acordo com as informações da PM, o caso foi registrado por volta das 17h40, quando o Conselho Tutelar acionou a viatura relatando que uma menor estava tentando matar a mãe com um facão no bairro Sol Nascente. Quando chegaram no local, encontraram a vítima na rua segurando um facão.

Aos policiais a mulher disse que a filha estava dentro de casa e que pegou outra faca para se defender, já que estava sendo vítima de uma tentativa de homicídio e precisava amedrontar a agressora. Policiais tentaram entrar na casa, mas o portão estava trancado, por isso, precisaram pular o muro.

Com a ajuda de uma escada da casa vizinha, pularam no quintal e já foram surpreendidos pela agressora com o facão em punhos. Eles pediram para ela soltar a arma, mas não obedeceu, também foi ordenado para ela não se aproximar dos policiais, o que não aconteceu.

A menor se aproximou e ainda deu investidas e golpes contra os militares, que precisaram realizar um disparo de arma de fogo na perna da suspeita, próximo do tornozelo. Depois disso, a menor soltou a faca e foi algemada e encaminhada ao Pronto-Socorro.

Para entrar na casa, foi necessário quebrar o cadeado do portão. Um dos policiais cortou dois dedos na tentativa e precisou de atendimento. Menor afirmou que mataria os militares durante o trajeto até a unidade de saúde.

Com a situação controlada, a mãe da menor contou que a filha faz uso de medicamento controlado, mas que já estava há alguns dias sem toma-lo. Acontece que o custo não cabe no orçamento da família.

Ela alegou ainda que já acionou o município judicialmente para que seja disponibilizado pela rede pública o medicamente e que uma decisão ainda é aguardada. Polícia Civil e Conselho Tutelar vão acompanhar o caso.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet