Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Segunda-feira 1 de Março de 2021

2 2
:
0 0
:
2 6

Últimas Noticias

Notícias / Cidades

11 Fev 2021 - 16:20

Assembleia de Deus diz esperar redução em casos da Covid-19 para convenção nacional em Cuiabá

Marcos Salesse

Rogério Florentino / Olhar Direto

 (Crédito: Rogério Florentino / Olhar Direto)
Representantes da Assembleia de Deus em Cuiabá afirmaram nesta quinta-feira (11) que esperam uma diminuição considerável dos casos da Covid-19 antes da 45ª Convenção Geral das Assembleias de Deus, marcada para 19 a 23 de abril. Em nota, a Igreja disse ainda que não há uma estimativa do número de participantes do evento, que deve acontecer no Grande Templo. A afirmação chega um dia após o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), declarar que “festividades religiosas também precisam se enquadrar às normas".Contrariando o que afirmam as representações regionais, a Convenção Geral dos Ministros das Igrejas Evangélicas Assembleia de Deus do Brasil (CGADB), confirmou que se espera um contingente de 2 mil pastores, além de esposas e outros membros colaboradores da instituição. 

“O prazo de inscrição ainda não se encerrou, mas a estimativa é de 1.500 a 2.000 pastores. A reunião das esposas por exemplo, dá em torno de 200 a 300 mulheres participando”, disse Tiago Bertulino, assessor de Imprensa da Assembleia de Deus em São Paulo. 

O evento é um dos principais encontros da instituição religiosa, reunindo pastores e colaboradores de diversas partes do país. Na última edição, realizada em abril de 2019, cerca de cinco mil pessoas participaram das festividades de abertura em Belém, no Pará. 

Na contramão das determinações dos organizadores da Convenção, o "Vinde e Vede 2021", maior evento católico de Cuiabá, foi cancelado pelo arcebispo metropolitano da capital Cuiabá, Dom Milton. Segundo ofício, a decisão foi tomada junto de outras medidas pastorais de prevenção ao coronavírus.

Leia a ìntegra da nota da Assembleia de Deus de Cuiabá: 

“A Igreja Evangélica Assembleia de Deus do Campo Eclesiástico de Cuiabá e Região informa que a 45ª Assembleia Geral Ordinária (AGO), evento previsto para acontecer em abril deste ano, seguirá todas as normas de biossegurança estabelecidas pelos decretos que estarão em vigência no período. 

A expectativa é que o número de casos de Covid-19 venha a diminuir até a data prevista para a possibilidade da realização do evento. A comissão organizadora tem plena consciência da necessidade de obedecer a todas as orientações determinadas pelas autoridades municipais e estaduais, a fim de manter as condições de bem-estar e saúde dos participantes. 

No momento, não é possível afirmar o número total de pessoas cadastradas, tal como alguns canais de comunicação têm feito, visto que o prazo de inscrições ainda não se encerrou.”

O que diz a Prefeitura

Na manhã desta quarta-feira (10), o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) afirmou em entrevista para a rádio Centro América FM que nenhuma festividade religiosa será permitida enquanto valer os decretos municipais. “A Lei é para todos. Do mais humilde dos cidadãos até o prefeito da capital, todos estão submissos à Lei. As festividades religiosas também precisam se enquadrar às normas", afirmou Pinheiro

Já a Secretaria de Ordem Pública do Município (Sorp) emitiu nota informando que a Igreja será notificada sobre a necessidade de seguir as determinações municipais. “A igreja Grande Templo -  Igreja Evangélica da Assembleia de Deus de Cuiabá - será notificada previamente e informada que todo evento que provoque aglomeração pode ser objeto de intervenção da fiscalização para verificação do cumprimento das medidas restritivas para realização de eventos conforme consta no Decreto 8.204, de 19 de novembro de 2020”, descreve a nota.  

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet