Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Segunda-feira 1 de Março de 2021

2 2
:
3 9
:
0 5

Últimas Noticias

Notícias / Agronegócio

12 Fev 2021 - 09:39

Parceria garante capacitação do produtor e trabalhador rural no combate ao fogo

Redação

Nesta semana, representantes do Corpo de Bombeiros das sete regionais de Mato Grosso participam do workshop "Avaliação da Temporada de Incêndios Florestais 2020". O evento acontece no auditório da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato). O objetivo do encontro é fazer uma avaliação dos trabalhos realizados no combate e prevenção ao fogo nos anos anteriores, principalmente em 2020, e planejar ações para os próximos anos.

Parceiros há muito tempo, Famato, Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT), Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e Polícia Militar Ambiental trabalham unidos no combate e prevenção aos incêndios. Para 2021, há expectativa da implantação de um Centro de Treinamento onde serão concentrados todos os cursos e capacitações para esta área.

O Comandante geral do Corpo de Bombeiros, Alessandro Borges Ferreira, conta que a corporação tem diversos parceiros para atuar no combate ao fogo. "O Sistema Famato é um deles". Segundo o Comandante, a expectativa é expandir esta parceria em 2021. "Começamos este trabalho em 2020, mas a pandemia da Covid-19 nos impediu de continuar".

Em 2019, a parceria entre Senar-MT e Corpo de Bombeiros garantiu o treinamento de pilotos agrícolas para trabalharem no combate aos incêndios. "No período em que acontecem os incêndios, estes profissionais estão em solo porque não pulverizam na seca, por isso, pretendemos montar uma força capilarizada para contribuir nesta época".

O presidente do Sistema Famato, Normando Corral, que participou da abertura do evento nesta quarta-feira (10.02), acompanhado do diretor Financeiro e Administrativo, Vilmondes Tomain, ressalta que os produtores rurais sempre são muito criticados quando o assunto é incêndio florestal. "Nós somos os principais interessados em evitar o fogo. Os agricultores utilizam a prática do plantio direto e, para isso, precisam de uma cobertura vegetal sobre solo para poder plantar. Já os pecuaristas fazem a suplementação a campo que só é possível se existir matéria seca no solo", explica o presidente.

Ele destaca ainda que a queimada é uma prática agrícola que há muito tempo não é mais utilizada. Segundo Corral, na seca são registrados diversos tipos de princípios de incêndio em propriedades rurais que não são provocadas e quem mais perde é o produtor. "Por isso queremos treinar o maior número de pessoas para atuar na prevenção e combate ao fogo".

O secretário adjunto de integração operacional, Coronel da Polícia Militar Vitor Carlos Forte, disse que estes dois dias de eventos serão para avaliações do que foi feito e para planejamento das ações para os próximos anos. "Sabemos da problemática dos incêndios em Mato Grosso, somos conscientes e reconhecemos o esforço do Corpo de Bombeiros que consegue integrar todas as forças em prol de um mesmo objetivo. É hora de capacitar, planejar e prevenir".

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet