Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Sábado 27 de Fevereiro de 2021

0 0
:
0 5
:
5 2

Últimas Noticias

Notícias / Geral

22 Fev 2021 - 09:02 | Atualizado em 22 Fev 2021 - 09:07

MP investiga denúncias em Vila Rica outras 22 cidades de pessoas que teriam furado a fila de prioridades

O Ministério Público não repassou detalhes das denúncias para que a divulgação não atrapalhe as investigações

Agência da Notícia / Redação

O Ministério Público Estadual investiga quatro denúncias de pessoas que teriam recebido doses da vacina contra a Covid-19, sem pertencer a nenhum dos grupos prioritários, em Vila Rica.

Ou seja, as pessoas teriam “furado” a fila de espera pela vacina. Nesta primeira etapa deveriam ser vacinados, segundo o ministério da Saúde, trabalhadores da saúde, indígena e idosos acamados ou abrigados em instituições.

O Ministério Público não repassou detalhes das denúncias para que a divulgação não atrapalhe as investigações. Vale ressaltar que as aplicações são responsabilidade das prefeituras.

Além de Vila Rica são investigadas cinco denúncias em Cuiabá, três em Cáceres e Itiquira, duas em Tesouro, São José dos Quatro Marcos e Sinop e em Rondonópolis, Barra do Bugres, Nova Mutum, Tangará da Serra, Serra Nova Dourada, Juína, Juscimeira, Alto Garças, Poconé, Araputanga, Várzea Grande, Sapezal, Lucas do Rio Verde, Pedra Preta, Mirassol D’oeste, São José do Rio Claro, e Chapada dos Guimarães.

O Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso recomendou as prefeituras a assegurarem a publicidade e a transparência do processo de vacinação.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet