Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Sábado 27 de Fevereiro de 2021

0 0
:
0 9
:
2 2

Últimas Noticias

Notícias / Política

23 Fev 2021 - 15:30

Botelho despista sobre TCE e revela pedido do governador para ficar na AL

Democrata deixa presidência por força de decisão do STF e será eleito 1º secretário

ALLAN MESQUITA

Reprodução

 (Crédito: Reprodução)
De saída da presidência da Assembleia Legislativa por força de decisão judicial, o deputado estadual Eduardo Botelho (DEM) descartou, nesse momento, deixar a Casa de Leis para assumir uma cadeira no Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE). Ao comentar sobre o assunto, o democrata revelou que, inclusive, recebeu um apelo do governador Mauro Mendes (DEM) para que ele permanecesse na Mesa Diretora. 

“Ainda não tem conversa nesse sentido. A minha intenção é continuar na Assembleia, inclusive, o governador pediu que eu continuasse aqui. Eu vou avaliar isso com o tempo, ainda não é o momento dessas decisões”, disse na manhã desta terça-feira (23). As declarações ocorrem em meio as articulações para composição da “nova” Mesa Diretora que será eleita para comandar o legislativo estadual. Isso porque, na tarde desta segunda-feira (22), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) determinou a anulação do pleito que reconduziu Botelho ao comando da Casa de Leis pela terceira vez.

A decisão atendeu a Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) movida pelo Rede Sustentabilidade que contestava o artigo 24 da Constituição de Mato Grosso em relação a reeleição do presidente do legislativo. Nesse contexto, os advogados do partido político criticaram a “perpetuação no poder” e ressaltam que isso traz prejuízo aos servidores e à população mato-grossense.

Diante disso, o cenário mais provável é que o primeiro-secretário, deputado Max Russi (PSB), troque os papeis com Eduardo Botelho. O 1º vice-presidente será Dilmar Dal Bosco (DEM) e o 2º vice-presidente, Wilson Santos (PSDB).

Já a deputada Janaína Riva migrará da 1ª vice-presidência para a 2ª secretaria. O 3º secretário será Paulo Araújo (PP) e Claudinei Lopes (PSL), o 4º secretário.

“A conversa maior é essa, mas ainda não está fechado em definitivo. Eu posso sair do cargo da primeira-secretaria e não tem problema nenhum. Os deputados estão pedindo para eu ficar, mas ainda estou avaliando”, complementou.

Botelho também rebateu as críticas em relação a falta de alternância nos nomes que fazem composição na chapa. Segundo ele, a Mesa tem feito uma excelente atuação à frente do legislativo. “Vamos continuar o que está dando certo, economizando dinheiro, sem rolo, só com atitudes boas. Nós devolvemos R$ 80 milhões esse ano e ainda temos dinheiro em caixa. Então o caminho é esse mesmo”, disse. 

Por fim, Botelho reforçou estar “tranquilo” em relação a decisão da justiça. “Eu recebi com muita tranquilidade. Eu acho que essas mudanças são muito boas. Eu não estou chateado, muito pelo ao contrário. A minha vontade já era fazer uma mudança. Não sou favorável a essa continuidade. A Presidência é o cargo que consome muito. É preciso haver essa alternância, com alguém mais descansado, com novas ideias. Isso engrandece o parlamento”, finalizou. 

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet