Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Quarta-feira 12 de Maio de 2021

2 3
:
5 5
:
1 9

Últimas Noticias

Notícias / Geral

11 Mar 2021 - 08:37

Prefeitura de Canabrava do Norte deve suspender imediatamente licitação para compra de toners e cartuchos

Redação

O Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE-MT), por meio do conselheiro José Carlos Novelli, determinou a suspensão cautelar de processo licitatório da Prefeitura de Canabrava do Norte, para formação de preços para eventual aquisição de toners e cartuchos de impressora.

A medida cautelar foi solicitada em Representação de Natureza Externa proposta por Marcos S. Biudes Eireli, sob argumento de falta de clareza e precisão nas disposições do edital do Pregão Eletrônico nº 038/2020, que pode ter prejudicado a competitividade da licitação, além de contrariar o princípio da vinculação ao instrumento convocatório.

“Convém mencionar que o próprio pregoeiro manifestou entendimentos divergentes. Antes do certame, em resposta a pedido de esclarecimento da representante, afirmou que os produtos deveriam ser originais do fabricante, posteriormente, contudo, ao examinar recurso apresentado contra o resultado do pregão, asseverou que o edital permitia a aceitação de itens de outros fabricantes”, sustentou o conselheiro em trecho da decisão.

José Carlos Novelli asseverou ainda que, nos termos do artigo 14 da Lei de Licitações, a correta caracterização do objeto é elemento fundamental da aquisição, sob pena de nulidade do ato e responsabilidade de quem lhe tiver dado causa, e no presente caso as disposições do edital não foram claras e precisas quanto a possibilidade de serem aceitos ou não itens de outros fabricantes que não os das marcas prenunciadas no termo de referência (HP, Brother, Kyocera e Elgin).

“Via de consequência, a este Tribunal cumpre o papel de obstar o prosseguimento dos atos relacionados ao certame licitatório e a celebração de eventual contrato, como forma de evitar a perpetração de uma relação jurídico-administrativa marcada pela eiva de ilegalidade, hipótese que não se coaduna com a ordem jurídica vigente, fato esse que revela o periculum in mora exigido para concessão de provimentos cautelares”, argumentou.

Frente ao exposto, o conselheiro concedeu a medida cautelar e determinou que o gestor do município adote as medidas necessárias para a imediata suspensão das Atas de Registro de Preços originadas do procedimento licitatório, bem como promova as correções do edital.

O Julgamento Singular N° 228/JCN/2021 foi publicado no Diário Oficial de Contas (DOC) desta terça-feira (09). A decisão ainda será analisada pelo Tribunal Pleno, que decidirá pela homologação ou não da medida cautelar.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet