Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Quarta-feira 14 de Abril de 2021

0 2
:
2 4
:
0 3

Últimas Noticias

Notícias / Cidades

18 Mar 2021 - 16:40

Arcanjo é condenado a pagar pensão e R$ 300 mil a filho de empresário assassinado

Arthur Santos da Silva

Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

 (Crédito: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto)
O juiz Jones Gattass Dias, da 6ª Vara Cível de Cuiabá, determinou que o ex-bicheiro João Arcanjo Ribeiro pague pensão em valor correspondente a 20 salários mínimos ao filho do empresário Sávio Brandão, dono de um jornal na Capital assassinado em setembro de 2002.A pensão deve ser paga até a data em que o autor completar 25 anos de idade. Arcanjo também foi condenado ao pagamento do valor de R$ 300 mil como indenização a título de danos morais.
 
O ex-bicheiro foi acusado e condenado a 19 anos de prisão por ser o mandante da morte do empresário Sávio Brandão. Na ação de indenização, familiares argumentaram que o falecido era o responsável pelo sustento, peça imprescindível e centralizadora das atividades do Grupo Sávio Brandão, e gozava de uma vida confortável, contando com ganhos mensais expressivos advindos de seus empreendimentos, chegando a declarar um patrimônio próximo de R$ 3 milhões.
 

Em sua defesa, Arcanjo alegou sua inocência como causa excludente da reparação. O ex-bicheiro disse não ter concorrido de forma alguma para o homicídio de Sávio Brandão.
 
Em sua decisão, Jones Gattass Dias explicou que, por força da sentença condenatória criminal transitada em julgado, não cabe mais questionar a respeito da responsabilidade do réu pela morte.
 
“Diante do exposto, afasto as questões preliminares e julgo procedentes os pedidos formulados na ação indenizatória”, sentenciou magistrado, determinando pensão em valor correspondente a 20 salários mínimos até os 25 anos.Arcanjo também foi condenado ao pagamento do valor de R$ 300 mil como indenização a título de danos morais.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet