Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Sábado 17 de Abril de 2021

1 7
:
1 9
:
2 8

Últimas Noticias

Notícias / Política

5 Abr 2021 - 14:50

Mato-grossenses tentam atravessar fronteira para se vacinar na Bolívia; só residentes podem ser imunizados

Michael Esquer

Reprodução

 (Crédito: Reprodução)
Fábio Olivares, prefeito de San Matías, cidade boliviana que faz fronteira com o município de Cáceres (219 km de Cuiabá), disse que se pudesse vacinaria todos os cacerenses que tem tentado se imunizar no país. No entanto, pela pouca quantidade de imunizantes e seguindo determinação do governo do Estado Plurinacional da Bolívia, apenas residentes podem receber as doses. A afirmação foi feita pelo parlamentar em entrevista dada ao portal Cáceres Notícias no último sábado (3).

No dia 27 de março, o vice-presidente da Bolívia, Luis Arce Catacora, do partido Movimento ao Socialismo (MAS), anunciou, numa tentativa de conter a proliferação da nova variante brasileira do novo coronavírus, o início de uma operação de emergência para priorizar a vacinação em áreas de fronteira. Em complemento a medida, no dia 2 de abril, o governo boliviano também determinou o fechamento de suas fronteiras com o Brasil por um período de 7 dias.

Segundo Fábio, nesse momento, o critério de vacinação adotado na cidade é o de existência de comorbidade e que dezenas de brasileiros residentes na cidade de San Matías já teriam sido imunizados contra o vírus da Covid-19. No entanto, informações da  imprensa local relatam a ocorrência de brasileiros que estariam, de forma ilegal, driblando a fiscalização e ingressando na cidade boliviana numa tentativa de serem vacinados.

O alcalde, prefeito em espanhol, disse que se pudesse vacinaria todos os cacerenses que têm tentado ingressar no país para se imunizar, porém, pela pouca quantidade de vacinas e seguindo determinação do governo do Estado Plurinacional da Bolívia, a medida não é possível nesse momento. 

Em San Matías, o critério adotado para a vacinação de bolivianos e residentes é o de existência de comorbidades.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet