Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Domingo 18 de Abril de 2021

2 1
:
4 4
:
5 1

Últimas Noticias

Notícias / Agronegócio

6 Abr 2021 - 09:31

Milho estende ganhos na B3 e se aproxima dos R$ 100,00

Chicago sobe dê olho no plantio do Brasil e dos EUA

Notícias Agrícolas:

Reprodução

 (Crédito: Reprodução)
A terça-feira (06) começa com os preços futuros do milho estendendo ganhos na Bolsa Brasileira (B3). As principais cotações registravam movimentações positivas entre 0,80% e 1,41% por volta das 09h14 (horário de Brasília).

O vencimento maio/21 era cotado à R$ 99,90 com elevação de 0,80%, o julho/21 valia R$ 95,63 com valorização de 1,41%, o setembro/21 era negociado por R$ 89,48 com ganho de 1,16% e o novembro/21 tinha valor de R$ 88,95 com estabilidade.

Para o analista de mercado da Brandalizze Consulting, Vlamir Brandalizze, a safrinha brasileira ainda está indefinida após um plantio realizado muito tarde e com as lavouras em fase de risco. “Algumas regiões estão com pouca chuva e isso já começa a comprometer alguma coisa”.

Brandalizze destaca que há um recorde de área plantada, mas não se sabe o quanto será colhido. “Temos uma demanda muito apertada até o meio do ano perante a oferta e as perdas da primeira safra. Os consumidores são obrigados a pagar mais nesse milho”, aponta.

Mercado ExternoA Bolsa de Chicago (CBOT) começou a terça-feira com força altista para os preços internacionais do milho futuro. As principais cotações registravam movimentações positivas entre 1,75 e 7,50 pontos por volta das 08h59 (horário de Brasília).

O vencimento maio/21 era cotado à US$ 5,60 com valorização de 7,50 pontos, o julho/21 valia US$ 5,46 com elevação de 7,00 pontos, o setembro/21 era negociado por US$ 5,04 com alta de 1,75 pontos e o dezembro/21 tinha valor de US$ 4,90 com ganho de 2,00 pontos.

Segundo informações do site internacional Successful Farming, os futuros do milho em Chicago se valorizam enquanto o mercado acompanha o avanço lento do plantio da segunda safra do Brasil. A publicação cita dados da AgRural de que o milho brasileiro não foi plantado em sua janela de tempo ideal devido ao ritmo lento da colheita da soja e o momento é crítico para qualquer precipitação.

Enquanto isso, nos Estados Unidos, o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) informou, em seu primeiro relatório nacional de progresso da safra do ano, que 2% das lavouras de milho foram plantadas até domingo.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet