Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Quinta-feira 13 de Maio de 2021

0 1
:
0 4
:
3 3

Últimas Noticias

Notícias / Agronegócio

9 Abr 2021 - 14:53

Milho abre a sexta-feira ultrapassando barreira dos R$ 100,00 na B3

Chicago se valoriza antes do relatório do USDA

Notícias Agrícolas:

Reprodução

 (Crédito: Reprodução)
A sexta-feira (09) começa com os preços futuros do milho altistas na Bolsa Brasileira (B3). As principais cotações registravam movimentações positivas entre 0,71% e 0,84% por volta das 09h14 (horário de Brasília).

O vencimento maio/21 era cotado à R$ 100,55 com ganho de 0,71%, o julho/21 valia R$ 96,05 com alta de 0,80%, o setembro/21 era negociado por R$ 90,45 com valorização de 0,84% e o novembro/21 tinha valor de R$ 90,99 com elevação de 0,78%.

Para o analista de mercado da Brandalizze Consulting, Vlamir Brandalizze, o mercado do milho segue firme sem muita oferta disponível no Brasil, com o “dono da bola” ainda sendo o produtor de milho.

“Por isso o mercado está muito pressionado e com muita especulação em números”, aponta.

 Brandalizze comenta ainda que, nos atuais patamares próximos aos R$ 100,00, o setor de ovos e suínos está de “cabelos em pé” e é preciso seguir acompanhando o que vai acontecer no mercado no restante do ano.

“O mercado está muito forte neste primeiro semestre, mas ninguém garante o que vai ser no segundo. Tem gente chutando que o milho pode chegar à R$ 130,00 e aí quem vai comer milho? Só os milionários, porque ovo, frango e suíno não vai poder comer”, afirma o analista.Mercado Externo
A Bolsa de Chicago (CBOT) iniciou as atividades do último dia da semana subindo para os preços internacionais do milho futuro. As principais cotações registravam movimentações positivas entre 2,00 e 3,00 pontos por volta das 09h02 (horário de Brasília).

O vencimento maio/21 era cotado à US$ 5,81 com elevação de 2,00 pontos, o julho/21 valia US$ 5,64 com ganho de 2,50 pontos, o setembro/21 era negociado por US$ 5,13 com valorização de 3,00 pontos e o dezembro/21 tinha valor de US$ 4,97 com alta de 3,00 pontos.

Segundo informações do site internacional Barchart, o mercado aguarda a divulgação dos novos relatórios do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) com a estimativa média para os estoques finais de milho de 1,378 bilhões de bushels. “Isso seria 124 milhões de bushels abaixo da previsão de março. O carryout global de milho é estimado em 284,4 milhões de toneladas antes do relatório”.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet