Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Sábado 8 de Maio de 2021

0 9
:
3 8
:
1 9

Últimas Noticias

Notícias / Cidades

27 Abr 2021 - 14:29

Secretária chora e revela sofrer preconceito por ser negra em Cuiabá

Ozenira alega que tem sido julgada pela cor da pele

Folha Max

Reprodução

 (Crédito: Reprodução)
A secretária de Saúde de Cuiabá, Ozenira Félix, se emocionou e fez um desabafo em sessão realizada nesta terça-feira (27). Ela foi convocada pelos vereadores da capital para prestar esclarecimentos sobre medicamentos com data de validade vencida na pasta.

Chorando, ela não contou detalhes sobre o preconceito que tem sofrido, mas disse que quer ser julgada por seu trabalho e não pela cor da sua pele. “Gostaria de me desculpar sobre meu desabafo. O que mais dói são os anos de trabalho a que me dediquei e ser julgada pela cor da minha pele. Isso realmente me incomodou, porque isso machucou o que eu tenho de melhor, que são meus filhos. Isso é inadmissível. Essa repercussão sobre tudo que tem acontecido na secretaria de Saúde, trouxe esse reflexo”, disse.Ozenira, que está há seis meses a frente da secretaria, afirmou que em relação ao trabalho que desenvolve, não tem qualquer tipo de preocupação. “Quem está falando não é a secretária, mas a mãe de três filhos, um deles autista, falo em nome do meu genro, do meu marido, que tem segurado o rojão em casa. Desculpe a fragilidade, mas quem quiser atacar meu trabalho, toda a situação, tudo bem, mas não ataque a pessoa. Já que aqui é a casa do povo eu estou aqui também como povo”, disse Ozenira, emocionada.

Ela aproveitou a oportunidade para contar que certa vez, quando trabalhava com o então secretário de Saúde de Mato Grosso Marcos Machado, foi ao gabinete do ex-governador Blairo Maggi, sofreu preconceito. “Eu estava no telefone e disse que estava ali porque tinha uma reunião com o governador. Uma pessoa que estava perto disse: coitada, saiu da cozinha e acha que pode falar com o governador. Quando eu entrei no gabinete do ex-governador, a pessoa estava lá dentro. Contei a Blairo Maggi, que assim como Emanuel Pinheiro nunca me julgou pela cor da minha pele, disse que tudo que eu precisasse, aquela pessoa deveria me atender”, contou Ozenira.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet