Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Sexta-feira 14 de Maio de 2021

0 8
:
1 3
:
4 8

Últimas Noticias

Notícias / Política

4 Mai 2021 - 16:00

Barbudo propõe acordo para regularizar criação de animais silvestres

Durante reunião da Comissão do Meio Ambiente, parlamentar sugeriu que criadores lei tenha regras claras para criadores

Redação Agência da Notícia

Reprodução

 (Crédito: Reprodução)
O deputado federal Nelson Barbudo (PSL-MT) requereu nesta terça-feira (04.05) um projeto de lei que regularize criadores de pássaros e outros animais silvestres no país. A sugestão do parlamentar foi feita durante reunião da Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Câmara Federal, da qual é membro titular. 

Barbudo rebateu o deputado federal Ricardo Izar (PP-SP), que propôs no ano passado o projeto de lei 4705/20, que altera a Lei de Proteção à Fauna e autoriza a instalação apenas de criadouros de animais silvestres que tenham fins conservacionistas ou científicos. 

Para o parlamentar mato-grossense, o projeto de Izar não faz sentido. “Eu gostaria de ter uma conversa franca com o senhor. Proibir não é o caminho. É preciso exatamente o contrário: facilitar a criação e cobrar que estes espaços soltem na natureza 20% de suas crias. Tudo, obviamente, com fiscalização do Ibama. É assim que nós vamos restabelecer a população de pássaros que estão em risco de extinção”, afirmou. 

Barbudo ainda lembrou que a proibição já mostrou os caminhos errados que os criadores tomam. “Se proibirem, eles vão criar na calada da noite, escondidos, nos porões, maltratando ainda mais os animais. Eu proponho: vamos fazer uma legislação com amplos viveiros, viveiros imitando a natureza. Esse é meu pensamento: que o criador destine 20% de suas crias para que o Ibama faça a soltura correta das espécies, com toda regulamentação necessária. É claro que ninguém vai autorizar criar onça pintada e cobra aleatoriamente. Nós estamos falando dos passarinheiros”, completou.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet