Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Domingo 23 de Janeiro de 2022

1 2
:
1 6
:
3 7

Últimas Noticias

Notícias / Política

28 Mai 2021 - 15:40

Conselho pede afastamento de vice do Creci por xingar vereador de "preto" em Cuiabá

Claudecir é ainda acusado de xingar funcionário do Creci

Folha Max

Reprodução

 (Crédito: Reprodução)
O Conselho Estadual de Promoção da Igualdade Racial de Mato Grosso (Cepir-MT) representou ao Ministério Público pela punibilidade do vice-presidente do CRECI, Claudecir Roque Contreira, e ao Conselho Regional de Corretores de Imóveis (Creci-MT) o afastamento imediato de suas funções junto ao órgão federal, por crime de injúria racial contra o funcionário do Creci, Augusto Cesar da Silva e do presidente da Câmara de Cuiabá, Juca do Guaraná Filho (MDB). Segundo o presidente do Cepir-MT, Manoel da Silva, as denúncias foram comprovadas através de áudios vazados em que Contreira se refere a Augusto como “preto, gordo, filho da p…”. 

O funcionário do Creci e o presidente do Cepir-MT representaram ao Ministério Público pela punibilidade do vice-presidente, que teria confessado a prática criminal em desfavor do funcionário do Conselho e fez acordo com o Ministério Público de prestação de serviço à comunidade. “É lamentável em pleno século XXI a prática de discursos racistas. Vou lutar para aplicabilidade da Lei nº12.288 de 20/07/2010 (Estatuto da Igualdade Racial). Não podemos ficar calados diante dos fatos, precisamos combater veemente qualquer forma de discriminação, injúria racial e intolerância étnica”, afirmou Manoel. O vice-presidente do Creci é reincidente ao cometer outro ato de injúria racial. Num outro áudio também em redes sociais, o corretor ataca o presidente da Câmara de Cuiabá, Juca do Guaraná, chamando-o de “preto” ao saber do resultado de uma pesquisa eleitoral.

Segundo o presidente do Cepir-MT, o vice do Creci ainda não foi afastado da sua função junto ao Conselho. “Não podemos admitir tais atos, principalmente de uma pessoa que é reincidente em dois casos. Já representei junto ao Ministério Público pela punibilidade do vice-presidente do Creci, por crime de racismo em desfavor do vereador Juca do Guaraná, que além de negro é militante e defensor das causas negras”, ressaltou Manoel.

Thank you for watching

O presidente do Creci-MT, Benedito Odário, disse que vai acolher o pedido do Conselho Estadual de Promoção da Igualdade Racial de Mato Grosso e levar o caso a Comissão de Ética e também a Diretoria do Conselho. Para o presidente, as atitudes do vice mancham a ‘imagem’ do Conselho. “Minha gestão é pautada na seriedade. Repudio todas essas atitudes que ferem a moral e a ética. Não vou permitir que o trabalho construído e consolidado ao longo da minha gestão frente ao conselho seja desmoralizado por essa pessoa”, enfocou. 

O presidente do Cepir-MT, Manoel da Silva, manifestou repúdio pelas declarações racistas, e solicitou a Câmara Municipal de Cuiabá, através do Presidente da Comissão de Direitos Humanos e Cidadania, vereador  Pastor Jeferson (PSD), e a Assembleia Legislativa de Mato Grosso, através do presidente da Comissão de Direitos Humanos, Cidadania e Amparo à Criança , ao Adolescente e ao Idoso, deputado João Batista (PROS), moção de repúdio em desagravo ao crime de racismo e injúria racial sofrido pelo presidente da Câmara de Vereadores, Juca do Guaraná e ao funcionário do Creci, Augusto Cesar da Silva. 

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet