Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Sexta-feira 21 de Janeiro de 2022

2 3
:
3 8
:
1 2

Últimas Noticias

Notícias / Política

31 Mai 2021 - 10:50

DEM reconhece 'desgastes' com deputado investigado

ALLAN MESQUITA

Reprodução

 (Crédito: Reprodução)
Primeiro-secretário da Assembleia Legislativa, o deputado Eduardo Botelho (DEM) reconheceu os desgastes das investigações movidas contra seu colega de partido e líder do governo, o deputado Dilmar Dal Bosco (DEM). Apesar da "saia justa", o democrata afirma que a legenda segue apostando na inocência do parlamentar.

"Ninguém viu as provas de fato ainda. Eu tive uma conversa com o deputado, ele disse que tem todas as provas e vai provar a sua inocência. Então, nós estamos ainda acreditando nele", disse.

Dilmar Dal Bosco e o suplente Pedro Satélite foram alvos da 3ª fase da Operação Rota Final, deflagrada pelo Núcleo de Ações de Competência Originária (Naco) e do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco). Ambos sofreram o sequestro judicial de bens de R$ 86 milhões no âmbito da investigação que apura os crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e fraude na licitação do transporte coletivo.

Botelho, por sua vez, minimizou o inquérito e disse que é "comum" investigações no meio político. "Eu acho que nós políticos somos muito investigados, somos devassados, qualquer coisa apresenta denúncia. Agora, nós temos também que ter a coragem de vim aqui falar abertamente, faz parte do político dizer claramente", ponderou.


Thank you for watching

Para sustentar a tese, o parlamentar seguiu dizendo que o mesmo corre em âmbito nacional. "Denúncia tem em todo lugar, você vai no Congresso Nacional e 70% dos senadores e deputados estão denunciados. Nos ministérios também têm denunciados toda hora. Então, agora cabe provar a inocência", exemplificou.

No fim, Botelho reforçou o posicionamento do presidente do DEM, o ex-deputado federal Fábio Garcia, e disse que Dal Bosco permanece na legenda. O parlamentar também segue no posto de líder do governo Mauro Mendes na Casa de leis. "No partido, continua normal a situação dele como líder, eu conversei com o governador e a princípio ele ainda não tem a intenção de trocá-lo. Ele vai continuar enquanto não tivermos informações sobre esse processo e a princípio ele está usando o que a lei determina, que é a presunção da inocência", finalizou.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet