Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Terça-feira 25 de Janeiro de 2022

0 5
:
3 3
:
2 9

Últimas Noticias

Notícias / Política

1 Jun 2021 - 17:30

Senador compara Mauro e Emanuel a "água e óleo" e nega convite para filiação ao DEM

Jayme Campos diz que encontro informal resultou em polêmica sobre convite ao prefeito de Cuiabá

EMILY MAGALHÃES

Reprodução

 (Crédito: Reprodução)
O senador Jayme Campos (DEM) negou que tenha convidado o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), para se filiar ao Democratas. A declaração foi durante entrevista ao Jornal do Meio-dia desta terça-feira (1º).

Segundo o senador, ele encontrou o prefeito num jantar na casa de um amigo em comum e teria sido indagado por Pinheiro sobre sua ida para o partido. “Eu tenho o mínimo de senso de responsabilidade, apesar de ter uma idade avançada estou lúcido e em perfeito estado. O que ocorreu é que nós estivermos em um jantar na casa de um amigo em comum, eu, o Júlio Campos, Emanuel Pinheiro, o proprietário da casa e mais algumas pessoas. Vários assuntos foram conversados e o Emanuel me indagou sobre a vinda dele para o DEM, como que eu via”, disse Campos.

O suposto convite causou estranhamento dentro da sigla, visto que, alguns representantes afirmaram que não haviam sido comunicados sobre o assunto. Um deles foi o deputado estadual, Eduardo Botelho, que afirmou não ser a favor e nem contra o ingresso de Pinheiro na legenda.

Ao negar ter feito o convite, Jayme ressaltou que essa decisão teria que ser tomada em consenso com o partido e que o assunto se trata de uma fake news. “Normal, até porque eu fiz política ciscando para dentro. Isso [filiação de Emanuel] não depende de mim, particularmente não tenho nada contra, me dou bem com todos os políticos de Mato Grosso. Mas, não houve, na realidade, isso foi uma fake news”, pontuou o senador.


Thank you for watching

O democrata disse ainda que considera inviável ter no mesmo partido o prefeito da Capital e o governador Mauro Mendes. “Não seria eu quem iria vetar o meu amigo Emanuel Pinheiro, pelo contrário, essa é uma decisão partidária. Mas, não teria nenhum fundamento, Mauro Mendes e Emanuel Pinheiro no mesmo partido. É a mesma coisa que misturar água e óleo, não dá”, concluiu.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet