Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Domingo 26 de Setembro de 2021

1 0
:
1 6
:
4 3

Últimas Noticias

Enquete

Como você pretende investir o seu dinheiro nos próximos anos?

Notícias / Política

8 Jun 2021 - 15:00

Mendes vê "hipocrisia" em críticas a Copa América e destaca protocolos de evento

Governador cita que dezenas de torneios ocorrem no Brasil sem qualquer questionamento

EMILY MAGALHÃES E WELINGTON SABINO

Reprodução

 (Crédito: Reprodução)
Diante de objeções dos Ministérios Público Federal e Estadual que vão notificar o Governo de Mato Grosso por causa da Copa América, com cinco partidas marcadas na Arena Pantanal, em Cuiabá, o governador Mauro Mendes (DEM) reagiu com ironia ao responder questionamentos da imprensa na manhã desta terça-feira (8). Ele afirmou ser totalmente a favor da competição na Capital, garantiu que todos os procedimentos de biossegurança serão adotados e sugeriu aos órgão fiscalizadores que também notifiquem os responsáveis por outros campeonatos.

Mauro Mendes argumentou, em tom de insatisfação, que se a preocupação de quem se opõe aos jogos na Arena Pantanal for somente por causa de possíveis aglomerações, é preciso “notificar todos”.  Ponderou, no entanto, que o Governo do Estado, assim que for notificado, apresentará os devidos esclarecimentos.

“Vamos falar a verdade hoje existe a Série A, B, C, Série D, Copa do Brasil, Sulamericana, Libertadores da América, eliminatórias da Copa do Mundo, tudo acontecendo, pois devia aproveitar e notificar também todo mundo no Brasil inteiro pra fazer. Podia notificar todos nós aqui, olha só, olha aqui a aglomeração, olha vocês ai todos aglomerados”, disse Mendes aos jornalistas que faziam a cobertura do evento convocado por ele, para inauguração da Delegacia da Mulher, na Capital.

A princípio, se não houver qualquer mudança ou impedimento, a Arena Pantanal receberá cinco jogos da competição, todos da primeira fase. A primeira delas será Colômbia e Equador, no próximo domingo (13 de junho). A última partida será entre Bolívia e Argentina no dia 28 de junho. Antes disso, o Estado deverá receber a notificação do MPF e MPE contendo algumas as medidas a serem cumpridas.

“Tem que notificar todo mundo, não sei porque essa implicância com a Copa América, parece que ela virou o grande vilão, como se nada tivesse acontecendo, todo mundo paradinho em casa. Gente, pelo amor de Deus vão vir ai 40 ou 50 pessoas das delegações, a grande maioria joga na Europa, estão todos vacinados, lá existe um protocolo muito rígido de teste, de biossegurança, os estádios vão estar fechados”, respondeu o governador Mauro Mendes.

De todo modo, ele garantiu que o Governo do Estado vai esperar a notificação do Ministério Público e ver quais serão os pedidos. “Não tem problema nenhum. O Governo tem o dever de explicar para o Ministério Público, para a imprensa, para o cidadão qualquer coisa que for questionado. Vamos explicar, estou muito tranquilo com o que estamos fazendo, segue todos os protocolos de segurança”, pontuou.

Conforme Mendes, os detalhes sobre o sistema de segurança para o evento esportivo já estão sendo discutidos entre representantes da Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp-MT), Fifa (Federação Internacional de Futebol) e Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol).

Segundo gestor, existe um protocolo que é muito mais rígido que Campeonato Brasileiro e o programa está sendo detalhado para em breve ser divulgado o protocolo de segurança a ser adotado durante a competição. “A princípio não tem muita novidade porque não vai ter ninguém nos estádios, tem todo um rigor com os jogadores para evitar qualquer tipo de possível eventual contaminação”.

SINDICATO TENTA IMPEDIR COPA

O Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Público de Mato Grosso – subsede Cuiabá - protocolou uma representação no Ministério Público Estadual pedindo a suspensão da Copa América em Cuiabá. Conforme o Sintep Cuiabá, “a realização da Copa América pode representar um risco adicional a gravíssima situação do Brasil, que tem no negacionismo como norte que orienta as ações do governo no enfrentamento da pandemia".  

A entidade enfatiza que realizar o evento esportivo no atual momento, em que somente uma pequena parcela da população está vacinada, pode aumentar o risco de contaminação pelo coronavírus e agravar a pandemia de Covid-19. “Sediar o torneio da Copa América no Brasil neste momento afronta e viola o artigo 196 da Constituição Federal, pois a sua realização aumenta o risco de contaminação pelo coronavírus e pode agravar ainda mais a pandemia da Covid-19 no País, ameaçando a vida e a saúde de brasileiros, o que contraria o direito à saúde previsto no referido artigo”, diz trecho do texto divulgado pelo Sintep Cuiabá.

Com isso, o Sindicato pede ao MPE que instaure procedimento administrativo investigatório e notifique o governador Mauro Mendes pela suspensão da participação de Mato Grosso como sede da Copa América.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet