Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Domingo 19 de Setembro de 2021

0 9
:
0 1
:
2 9

Últimas Noticias

Enquete

Como você pretende investir o seu dinheiro nos próximos anos?

Notícias / Polícia

2 Jul 2021 - 14:38

Barra do Garças terá núcleo de atendimento e conciliação a ocorrências de menor potencial ofensivo

Proposta centraliza as investigações de TCOs, sendo realizadas trativas com o Judiciário, MPE e Defensoria Pública para conciliações ainda no âmbito da delegacia de polícia

Redação

As infrações penais consideradas de menor potencial ofensivo e crimes com pena máxima não superior a dois anos, que nas Delegacias de Polícia resultem em Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) serão concentradas em uma unidade policial no município de Barra do Garças (509 km a leste de Cuiabá).

O projeto para instalação da unidade específica que vai receber os procedimentos de TCO de todas as delegacias de Barra do Garças foi apresentado nesta semana em reunião entre a Diretoria Geral da Polícia Civil, o Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania do Tribunal de Justiça de Mato Grosso e do Juizado Especial Criminal (Jecrim) – órgão responsável pelos recebimento dos TCOs.

Para instalação do núcleo especializado, a Polícia Civil, em parceria com o Poder Judiciário, está reformando e ampliando um prédio próprio em Barra do Garças, que estava desativado desde 2012. As obras iniciaram em fevereiro e a previsão de entrega é para o mês de agosto.

De acordo com o delegado regional de Barra do Garças, Wilyney Santana Borges, o projeto foi idealizado com o objetivo de centralizar as investigações de crimes de menor potencial ofensivo, sendo realizadas tratativas com o Tribunal de Justiça, Juizado Especial Criminal, Ministério Público e Defensoria Pública para fazer as composições e conciliações ainda no âmbito da delegacia de polícia.

“Com a iniciativa, além da lavratura do TCO das situações que chegarem à unidade, será possível através de conciliadores treinados e do efetivo da Polícia Civil (escrivães e investigadores) tentar fazer a conciliação ainda na delegacia. O procedimento, posteriormente, é encaminhado para o Judiciário somente para homologação das tratativas”, explicou o regional.

O delegado-geral, Mário Dermeval, destacou mais uma vez a importância da integração do Poder Judiciário com a Polícia Civil, que agora se une no mesmo pensamento para que o Núcleo de Conciliação se torne uma realidade em Barra do Garças e posteriormente em outras cidades do estado.

“O projeto de implantação do Núcleo de Conciliação, idealizado pela Regional de Barra do Garças, tem todo apoio da Diretoria da Polícia Civil, pois traz um conceito pioneiro, que consumando o sucesso será utilizado em larga escala em todo estado com a mesma filosofia e mesma estrutura”, destacou.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet