Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Segunda-feira 2 de Agosto de 2021

1 6
:
0 0
:
4 2

Últimas Noticias

Notícias / Agronegócio

20 Jul 2021 - 09:50

Milho: Demanda aquecida faz com que preço suba no Estado

Redação Repórter Agro por Tiago Seiffert

Repórter Agro

 (Crédito: Repórter Agro)
Conforme dados divulgados pelo Instituto de Economia Agropecuária desta segunda-feira (19), os preços de mercado para a cultura do milho seguem aquecidos em Mato Grosso, a alta demanda pelo grão tem influenciado diretamente sobre isso.

Em Mato Grosso, a demanda aquecida pelo cereal, refletiu na alta de 9,01% no mesmo período e ficou cotado em R$ 72,68/sc. Por fim, com relação às perspectivas de oferta e demanda do milho no estado, para a safra 19/20 as exportações apresentaram um aumento de 5,89% ante a safra anterior, enquanto a 20/21, devido a menor produção, o número ficou estimada em queda de 23,27% com relação a 19/20.
 
 
 
No cenário nacional, o mercado segue direcionado pelas incertezas quanto a produção, principalmente nas áreas atingidas pelas geadas recentes, fatores que impulsionaram as cotações na B3. Assim, o preço médio ficou em R$ 95,92/sc, alta de 1,80% no comparativo semanal. 
 
No exterior as previsões de climas favoráveis na região do cinturão do milho nos EUA no início da semana pressionaram os preços na CME-Group, que foram limitados por novas previsões de temperaturas elevadas e clima seco em parte do país. Desse modo, os preços em Chicago apresentaram queda de 3,78 % ante a semana passada e ficou cotado a US$ 6,30/bu na média semanal. 

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet