Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Segunda-feira 27 de Setembro de 2021

0 9
:
1 3
:
4 8

Últimas Noticias

Enquete

Como você pretende investir o seu dinheiro nos próximos anos?

Notícias / Economia

24 Jul 2021 - 10:58

Justiça manda pagar R$ 8 mil a moradora de condomínio que ficou “sem gás” em MT

Diversos moradores do mesmo condomínio ingressaram com processos semelhantes

DIEGO FREDERICI]

Reprodução

 (Crédito: Reprodução)
Uma moradora do condomínio Chapada Diamantina, em Cuiabá, vai receber R$ 8 mil de indenização (mais juros e correção monetária) após diversos vazamentos de gás ocorridos no residencial. Ela entrou na Justiça pedindo uma indenização por danos morais em razão da falta do bem essencial – bem como riscos de explosão. A decisão é da juíza da 10ª Vara Cível da Capital, Sinii Savana Bosse Saboia Ribeiro, e foi publicada na última quinta-feira (15).

Segundo informações do processo, a moradora reside no Parque Chapada Diamantina e relata que no ano de 2017 ficou sem gás em razão de um vazamento.

“Adquiriu uma unidade residencial no empreendimento denominado ‘Chapada Diamantina’, o qual apesar da recente entrega, vêm sofrendo diversas ocorrências de vazamento de gás; que a requerida enviava técnicos para realizar reparos, mas sem solução eficaz”, conta a cliente nos autos, que segue seu relato.

“Narra que o condomínio contratou um profissional para inspeção e vistoria, o qual entregou o laudo em fevereiro/2017, apontando inúmeras irregularidades e asseverou a necessidade de intervenção imediata do sistema de distribuição do gás, mas até o momento a parte ré não realizou os reparos”.

Em sua decisão, a juíza concordou com o pagamento de indenização, e lembrou que um dos problemas no sistema de fornecimento de gás no condomínio Chapada Diamantina era relativo à implementação da antiga tubulação de “aço galvanizado e não tinham a proteção adequada quando foram enterrados no piso”.

 “É incontroverso que o vazamento de gás ocorreu por falha na construção, conforme comprovada pela perícia realizada a pedido do condomínio, bem como pela perita judicial, e esta afirmou que a tubulação antiga que alimenta os apartamentos do Residencial Chapada Diamantina, eram de aço galvanizado e não tinham a proteção adequada quando foram enterrados no piso”, lembrou a juíza.

Em sua decisão, a juíza Sinii Savana Bosse Saboia Ribeiro concordou que o condomínio Chapada Diamantina resolveu o problema, porém, somente após o ingressa da ação no Poder Judiciário Estadual. Em sua análise, a moradora deve ser indenizada.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet