Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Quarta-feira 8 de Dezembro de 2021

0 7
:
2 4
:
1 8

Últimas Noticias

Enquete

Na Sua opinião você é a favor ou contra a realização do carnaval em fevereiro de 2022

Notícias / Covid- 19

5 Ago 2021 - 10:16

Santa Terezinha está entre as 10 cidades que mais imunizaram com a 2ª dose no estado

Santa Terezinha está atualmente com 15 pessoas em tratamento contra o Covid-19, apenas um paciente hospitalizado

Redação do Agência da Notícia

Agência da Notícia com Reprodução

Santa Terezinha está atualmente com 15 pessoas em tratamento contra o Covid-19, apenas um paciente hospitalizado (Crédito: Agência da Notícia com Reprodução)

Santa Terezinha está atualmente com 15 pessoas em tratamento contra o Covid-19, apenas um paciente hospitalizado

O Governo de Mato Grosso recebeu, até a manhã desta quarta-feira (04.08), 2.730.710 doses das vacinas contra Covid-19 do Ministério da Saúde e já pactuou a distribuição de 2.729.801 doses aos 141 municípios do Estado, ou seja, 99,9% do total recebido.

O Estado reteve as doses de vacina que são destinadas para segunda aplicação e devem ser distribuídas próximas da vacinação.

A disponibilização das doses é resultado da soma da primeira e segunda doses (2.555.978), acrescida das doses destinadas às populações indígenas aldeadas (54.120) e dos arredondamentos técnicos (6.367) necessários para o ajuste volumétrico dos frascos disponibilizados pelo Ministério da Saúde.  

Das 2.562.345 doses retiradas pelos municípios, as prefeituras aplicaram 2.127.395 (83%), sendo 1.628.225 como primeira dose ou dose única e 499.170 como segunda dose. O percentual da semana passada era de 80%.

Os 10 municípios que mais aplicaram vacinas, considerando o percentual de doses aplicadas em relação às doses recebidas, foram: Novo Mundo (99%), Nortelândia (98%), Campos de Júlio (98%), Santa Terezinha (98%), Planalto da Serra (97%), Sapezal (96%), Jaciara (95%), Diamantino (95%), Conquista D’Oeste (94%) e Tangará da Serra (94%).

Considerando as vacinas destinadas à população indígena, alguns municípios podem contabilizar as doses aplicadas em aldeias pertencentes a territórios vizinhos e ultrapassar o limite de 100% da aplicação.

A Vigilância Estadual alertou que a utilização de unidades de segunda dose como primeira dose pode comprometer o esquema vacinal da população do município, considerando o fornecimento e as orientações feitas pelo Ministério da Saúde. 

Sobre a distribuição 

Na força-tarefa da vacinação, cabe ao Governo do Estado fazer a logística de distribuição, que é definida pela Comissão Intergestores Bipartite de Mato Grosso (CIB-MT), composta por membros do Conselho das Secretarias Municipais de Saúde (Cosems) e da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT).

A escolta dos materiais até os 14 polos de distribuição é feita pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), além das Polícias Federal e Rodoviária Federal e do Ministério da Defesa. O Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) também disponibiliza sua frota aérea para dar celeridade à distribuição.

É importante ressaltar que o Governo Federal define o total de doses que cada estado recebe. Essa definição ocorre de acordo com a quantidade de pessoas que pertencem aos grupos prioritários e não pela quantidade absoluta da população.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet