Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Sábado 23 de Outubro de 2021

0 8
:
5 2
:
1 5

Últimas Noticias

Notícias / Polícia

26 Ago 2021 - 09:02

PF investiga esquema envolvendo fraude bilionária com criptomoedas

Empresa é suspeita de operar pirâmide com retorno insustentável sobre valores investidos

Agência da Notícia com Mídia News

Agência da Notícia com Reprodução

Representação física da criptomoeda Bitcoin (Crédito: Agência da Notícia com Reprodução)

Representação física da criptomoeda Bitcoin

A Polícia Federal deflagrou operação contra uma suposta organização criminosa que seria responsável por fraudes bilionárias envolvendo criptomoedas.

A operação Kryptos, realizada nesta quarta-feira (25) em conjunto com a Receita e o Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) do Ministério Público Federal, mira uma empresa com sede na Região dos Lagos (RJ) suspeita de operacionalizar um sistema de pirâmides financeiras com base na oferta pública de contrato de investimento, sem prévio registro em órgãos regulatórios.

Segundo a investigação, a empresa oferece investimentos atrelados a moedas digitais com previsão de retorno financeiro considerado insustentável.

Na operação, a 3ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro emitiu sete mandados de prisão preventiva, dois mandados de prisão temporária e 15 mandados de busca e apreensão nos estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Ceará e no Distrito Federal.

Nos últimos seis anos, a movimentação financeira de empresas suspeitas de integrar esse suposto esquema apresentou cifras bilionárias, ainda de acordo com a PF -metade do dinheiro foi movimentado nos últimos 12 meses.

Os investigados poderão responder pelos crimes de gestão fraudulenta/temerária instituição financeira clandestina, emissão ilegal de valores mobiliários sem registro prévio, organização criminosa e lavagem de capitais, e, se condenados, poderão cumprir pena de até 26 anos de reclusão.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet