Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Segunda-feira 25 de Outubro de 2021

0 7
:
5 4
:
0 5

Últimas Noticias

Notícias / Polícia

24 Set 2021 - 09:18

Policiais civis constatam maus-tratos contra seis cães e resgatam animais

Uma pessoas se dispôs a cuidar da cadela e os cinco filhotes

Agência da Notícia com Redação

Agência da Notícia com Reprodução

A cadela adulta não parava de latir e estava amarrada e os filhotes em um lugar insalubre, mas não havia ninguém na residência. (Crédito: Agência da Notícia com Reprodução)

A cadela adulta não parava de latir e estava amarrada e os filhotes em um lugar insalubre, mas não havia ninguém na residência.

Policiais civis constataram uma situação de abandono e maus tratos de seis cães na cidade de Ribeirão Cascalheira (900 km a leste de Cuiabá). Na quarta-feira (22), a Delegacia da Polícia Civil recebeu uma denúncia de que uma cadela adulta não parava de latir e estava amarrada e os filhotes em um lugar insalubre, mas não havia ninguém na residência.
 

Uma vizinha viu a situação e acionou a Polícia Civil. A equipe policial foi até o local da denúncia e constatou o abandono dos cães.

Os cinco filhotes foram encontrados em um espaço debaixo de uma caixa d'água, que estava alagado. Eles estavam maltratados e um deles estava com ferimentos profundos, já com proliferação de larvas.

Os animais foram resgatados do local e ficaram sob os cuidados de uma moradora da vizinhança, que se disponibilizou a cuidar dos cães.

Os investigadores realizaram diligências para localizar o dono da residência onde estavam os animais, mas não obtiveram êxito.

No período da tarde de quarta-feira, o suspeito se apresentou na unidade policial de Ribeirão Cascalheira e foi ouvido pelo delegado Sérgio Luís Henrique de Almeida. “Ele se apresentou de forma espontânea à delegacia para prestar esclarecimentos acerca dos fatos, motivo pelo qual não foi lavrado o auto de prisão em flagrante delito e foi instaurado um procedimento para melhor apuração e investigação”, informou o delegado.

A situação em que os animais foram encontrados caracteriza suposta prática de crime previsto no Art. 32, da Lei de Crimes Ambientais: (praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos). Uma mudança na legislação, que entrou em vigor neste ano, aumentou a pena do crime quando se tratar de cão ou gato, com reclusão de dois a cinco anos de prisão, multa e proibição da guarda.


Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet