Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Segunda-feira 25 de Outubro de 2021

0 7
:
5 4
:
4 8

Últimas Noticias

Notícias / Agronegócio

29 Out 2014 - 07:20

Tomate e carne contribuem para alta de 6% do preço da cesta básica em Cuiabá; É a 6ª mais cara do país

O Imea, ainda, revela uma estabilidade entre agosto e setembro, diante os R$ 309 do oitavo mês de 2014.

Agência da Notícia com Agro Olhar

 A cesta básica em Cuiabá em setembro deste ano ficou 6% mais cara em o ano passado. Enquanto, o cuiabano desembolsou em média R$ 292,80 em setembro de 2013, em 2014 o gasto médio foi de R$ 310,51. A maior alta verificada pertence ao tomate com aumento de 46% e a da carne com 20%, em contrapartida o feijão apresentou recuo de 39% e a batata de 30%.

A cesta básica em setembro de Cuiabá foi a 6ª mais cara dentre as capitais do Brasil ficando atrás do Rio de Janeiro (RJ) com R$ 326,78. Logo após de Cuiabá vem Belo Horizonte com R$ 303,54. A mais cara pertence a Florianópolis (SC) a R$ 340,76, conforme o Departamento Instersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

Segundo o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), em setembro de 2013 o cuiabano havia gasto em média R$ 25,40 em tomate e R$ 99,40 com carnes, enquanto em 2014 R$ 37,10 com tomate e R$ 119,1 com carnes.

O Imea mostra que o gasto com feijão caiu de R$ 21,50 em setembro de 2013 para R$ 13,20 para setembro 2014. A batata foi de R$ 20,70 para R$ 14,50.

Em 2014 entre janeiro e setembro a alta vista foi de 3,5% (R$ 10,58). O aumento também é puxado pelas carnes, que registrou valorização de 13%, e do tomate com 17,2% no comparativo do primeiro e nono mês deste ano. Em janeiro a cesta básica com 13 itens, considerados essenciais, saia a R$ 299,93 na Capital mato-grossense em média, enquanto em setembro atingiu R$ 310,51. O maior pico verificado ocorreu em maio quando chegou a R$ 345,76. A batata foi o produto que mais apresentou recuo, chegando a 21,7% em nove meses.

O Imea, ainda, revela uma estabilidade entre agosto e setembro, diante os R$ 309 do oitavo mês de 2014.

Janeiro X Setembro

Em janeiro dos R$ 299,93 que custava em média a cesta básica em Cuiabá R$ 105,40 eram gastos com carnes (bovina, aves e suínos). Já em setembro, revela o Imea, dos R$ 310,51 desembolsados em média R$ 119,10 eram as carnes.

Já o tomate saiu de R$ 31,60 para R$ 37,10 o desembolso. O Imea mostra ainda em sua pesquisa picos de R$ 58,90 (maio) e R$ 56,10 (março) no valor gasto durante o mês com a aquisição de tomate na Capital mato-grossense. "Motivados pela baixa oferta, os preços se elevaram até maio, mas a partir de agosto (pico da colheita) diminuíram e se mantiveram estáveis a um preço maior que em janeiro. Já a batata apresentou a maior baixa neste ano, -21,7%, devido à antecipação da colheita e aumento da oferta. Para outubro, não são esperadas grandes variações em nenhum dos itens da cesta básica”, declara o Imea em seu Boletim Mensal da Conjuntura Econômica de Mato Grosso.

A batata caiu de R$ 18,50 para R$ 15,30 e a banana apresentou recuo de R$ 17,10 em janeiro para R$ 16,50 em setembro. O desembolso com o pão francês caiu de R$ 49,40 para R$ 46,70 no comparativo do primeiro mês do ano com o nono mês. Já o leite subiu de R$ 17,40 para R$ 18,20 com as oscilações apresentadas no preço mesmo na entressafra.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet