Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Sábado 29 de Janeiro de 2022

0 2
:
3 1
:
1 0

Últimas Noticias

Notícias / Geral

29 Nov 2021 - 09:28

Sefaz: com nota A e apoio da União, MT tenta financiar R$ 1,5 bi

Governo tem outros dois empréstimos em andamento para as áreas de educação e agricultura familiar

Agência da Notícia com Redação

Agência da Notícia com Reprodução

O secretário de Estado de Fazenda, Rogério Gallo (Crédito: Agência da Notícia com Reprodução)

O secretário de Estado de Fazenda, Rogério Gallo

O secretário de Estado de Fazenda (Sefaz), Rogério Gallo, afirmou que o Governo deve tentar fazer um financiamento de aproximadamente R$ 1,5 bilhão para investimento em infraestrutura rodoviária.

 

Segundo Gallo, a ação só poderá ser feita porque o Estado conseguiu se reequilibrar financeiramente e hoje tem nota A na Secretaria do Tesouro Nacional, avaliada com base em sua capacidade de pagamento (Capag).

 

O dinheiro, segundo o secretário, será usado para pavimentação de cerca de 2 mil quilômetros de rodovias ao longo dos próximos quatro anos.

 

“Esses 2 mil quilômetros são fora os 2,5 mil quilômetros que já estão em curso. E aí serão R$ 1,5 bilhão do Estado e R$ 1,5 bilhão que nós vamos buscar no mercado para buscar as melhores taxas, porque agora Mato Grosso tem no Capag A e consegue emprestar com juros baixos e respaldo da União”, afirmou.

 

Conforme Gallo, o Estado já possui outros dois empréstimos em andamento e os recursos serão usados para investimentos nos setores de educação e agricultura familiar.

 

“Temos dois empréstimos que já estão andamento com o Banco Mundial. Um para a Agricultura Familiar, de US$ 75 milhões, e outro de US$ 95 milhões para a Educação”, afirmou.

 

Nota Capag A

 

Até o ano passado, Mato Grosso possuía nota Capag C. A conquista da nota máxima ocorreu em maio deste ano. Com a nota máxima, o Governo pode buscar novas linhas de financiamento com o aval do Governo Federal, com melhores condições de pagamento.

 

O resultado foi obtido seguindo a metodologia que avalia três principais indicadores: endividamento, poupança corrente e liquidez. 

 

O primeiro indicador é calculado pela relação entre a dívida consolidada e a receita corrente líquida. O segundo é definido pela relação entre a despesa corrente e a receita corrente ajustada. Já o terceiro é calculado pela relação entre as obrigações financeiras e a disponibilidade de caixa bruta.


Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet