Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Segunda-feira 17 de Janeiro de 2022

1 6
:
3 3
:
2 0

Últimas Noticias

Notícias / Política

18 Dez 2021 - 12:06

Prefeito tem mandato cassado em MT por dupla função como médico

Dos 13 vereadores de Barra do Bugres, 12 votaram pela cassação do gestor

Agência da Notícia com Folha Max

Agência da Notícia com Reprodução

Dos 13 vereadores de Barra do Bugres, 12 votaram pela cassação do gestor (Crédito: Agência da Notícia com Reprodução)

Dos 13 vereadores de Barra do Bugres, 12 votaram pela cassação do gestor

O prefeito de Barra do Bugres (160 KM de Cuiabá), Divino Henrique Rodrigues (PDT), teve o mandato cassado pelos vereadores do Município por possuir uma “jornada dupla” – ele também atuava como médico no município vizinho de Alto Paraguai (200 KM da Capital).

Em sessão que se estendeu por mais de 6 horas na Câmara Municipal de Barra do Bugres, nesta sexta-feira (17), 12 dos 13 vereadores votaram pela cassação do gestor. Lideranças indígenas e outros manifestantes estiveram no local para declarar apoio ao prefeito.

Divino foi acusado de ferir a lei orgânica municipal ao ocupar o cargo de médico remunerado em Alto Paraguai ao mesmo tempo em que exercia a função de prefeito de Barra do Bugres. A acusação foi negada pelo advogado do gestor, e pelo próprio chefe do Poder Executivo, que se defendeu do processo de cassação diretamente da tribuna da câmara.


 

 

O prefeito indicou que deverá recorrer à justiça para tentar voltar ao cargo.

“Acredito em Deus. Trabalhei pensando em Barra do Bugres, estou aqui, de peito aberto, de cabeça erguida. Peço que cada um dos vereadores vote de forma consciente. Aprendi na vida que não se deve desistir. E não vou desistir”, adiantou ele.

Esta é a primeira vez que um prefeito de Barra do Bugres é cassado. A posse da vice, Maria Azenilda Pereira (MDB), deve ocorrer neste sábado (18).








 

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet