Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Quarta-feira 17 de Agosto de 2022

1 7
:
1 7
:
4 5

Últimas Noticias

Notícias / Política

22 Dez 2021 - 10:06

Vereadores aprovam projeto e criam o Dia do Orgulho Hétero em Mato Grosso

Aprovação ocorreu em 1ª votação, porém, a proposta deve retornar nesta quarta-feira ao Plenário para última análise antes de seguir para sanção do prefeito

Da Redação Agência Da Notícia com Semana 7

Foto: Reprodução

 (Crédito: Foto: Reprodução)
O vereador Tenente-coronel Paccola (Cidadania) conseguiu aprovar o projeto, em primeira votação, que institui o Dia do Orgulho Hétero na Capital. 

Foram 15 votos a favor e 8 ausências, sendo que a vereadora Edna Sampaio votou contra e o vereador Dídimo Vovô não pode participar da votação, pois presidia a sessão.

A proposta deve voltar ao Plenário da Câmara nesta quarta-feira para segunda, e última, votação. Caso seja confirmada a aprovação segue para a sanção do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB).

Quando propôs o projeto, Paccola explicou na tribuna que, às vezes, fica "difícil explicar" para crianças e adolescentes o motivo de ter um dia específico para celebração do orgulho LGBTQIA+ e ressaltou que os heterossexuais também têm direito de se sentirem orgulhosos por sua orientação.

"Eu não tenho nada contra esses dias. Acho que todo mundo tem sua liberdade e tem que lutar por isso. E nós, assim como eles têm orgulho deles, também temos orgulho de dizer que somos héteros, e isso não nos faz melhor e nem pior do que ninguém", disse o vereador à época.

Paccola pediu apoio para que possam comemorar a data "com as famílias" e não sejam reféns da "ditadura das minorias ativistas que tentam forçar aquilo que é para respeitar como quase obrigatório na vida em sociedade".

"Ademais, há muito, possuímos diversidade de gêneros e devemos respeitar o direito da escolha sexual de cada um.

O termo heterossexualismo, constante nas mais diversas obras literárias, refere-se a atração sexual e/ou romântica entre indivíduos de sexo opostos, sendo considerada a mais comum orientação sexual nos seres humanos, portanto, primordial para perpetuação natural da espécie", apontou na justificativa do projeto.

No projeto de lei, Paccola ressaltou que a criação da data comemorativa não gera despesas para a administração pública e pontuou que a criação dos dias "festivos" não é de competência exclusiva do prefeito.

Ele ainda destacou que as autoridades municipais deverão apoiar a realização de atos públicos em comemoração ao dia estabelecido. 

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

Notícias Relacionadas

 
Sitevip Internet