Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Segunda-feira 17 de Janeiro de 2022

1 6
:
4 1
:
3 7

Últimas Noticias

Notícias / Geral

10 Jan 2022 - 16:41

Governo encaminha para ALMT projeto que prorroga adicional aos profissionais da saúde

Pagamento é realizado desde julho de 2020 e sua continuidade visa valorização dos profissionais da saúde

Agência da Notícia com Redação

Agência da Notícia com Reprodução

Pagamento é realizado desde julho de 2020 e sua continuidade visa valorização dos profissionais da saúde (Crédito: Agência da Notícia com Reprodução)

Pagamento é realizado desde julho de 2020 e sua continuidade visa valorização dos profissionais da saúde

O Governo do Estado encaminhou, nesta segunda-feira (10.01), para votação na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), Projeto de Lei Complementar que prorroga o pagamento da verba indenizatória aos profissionais da Saúde que atuam na linha de frente no combate à Covid-19. Se aprovado, o adicional continuará a ser pago até junho deste ano.

O pagamento está previsto na Lei nº 667 de julho de 2020 e foi prorrogado pela Lei nº 678, que encerrou no dia 31 de dezembro de 2021. No entanto, com o aumento de casos, a gestão estadual entende ser necessário manter os profissionais da saúde em seus postos de trabalho para garantir a eficiência no atendimento da população. 

Até o momento, já foram beneficiados cerca de 4,2 mil servidores da Rede Estadual de Saúde. O benefício é destinado especificamente aos servidores que atuam na linha de frente do combate à Covid-19 em unidades hospitalares, ambulatoriais e finalísticas da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT).

A verba indenizatória não é fixa e está relacionada à situação de cada profissional junto às unidades. O benefício também não é válido para os profissionais contratados e remunerados exclusivamente pelo sistema de plantão, pois o valor a ser recebido é exatamente aquele previsto em edital do Processo Seletivo correspondente.


Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet