Agência da Notícia

Mato Grosso

Agência da Notícia, Segunda-feira 25 de Outubro de 2021

0 9
:
0 2
:
5 6

Últimas Noticias

Notícias / Agronegócio

6 Nov 2014 - 15:37

Atraso nas chuvas e segurança são as principais preocupações dos produtores de MT

Agência da Notícia com Redação

 As equipes do Circuito Tecnológico – Etapa Soja viajaram por todo Mato Grosso para conversar com produtores rurais e levantar as demandas do setor. Durante duas semanas, os técnicos aplicaram questionários e recolheram amostras de sementes e fertilizantes para fazer um raio-x da safra de soja no estado. Como avaliação preliminar, apontaram a preocupação com a falta de chuvas no início do plantio, a redução na área de safrinha de milho e a insegurança no campo.
Os estágios de plantio estavam bastante diversificados em todo Mato Grosso. Enquanto a maioria das equipes encontrou produtores preocupados com a falta de chuva e até sem plantar nas primeiras semanas de outubro, outros técnicos viram propriedades com a lavoura já adiantada. “Ainda tem janela para o plantio de soja, mas pode complicar a safra de milho”, avalia a supervisora de projetos da região Norte, Susiane Azevedo.

A expectativa dos produtores ouvidos durante o Circuito Tecnológico – Etapa Soja é de diminuição na área de milho. “As condições climáticas e os preços fazem com que os produtores estejam apreensivos neste momento”, conta Eliandro Zaffari, supervisor de projetos da região Sul. Porém, ainda é cedo para afirmar qual será esta redução, segundo Ângelo Ozelame, gestor de Análise de Mercado do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), que também participou da expedição.

Os relatos de furtos e assaltos em fazendas foram intensificados durante as visitas às propriedades rurais. Os produtores estão preocupados com a segurança pública e aprovaram parceria da Aprosoja-MT com a Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), da Polícia Civil. “As pessoas realmente aplaudiram a iniciativa e se interessaram em ajudar a divulgar os contatos da polícia para tentar acabar com estes crimes”, diz Cristiane Sassagima, supervisora de projetos da região Oeste.

A logística sempre é tema de discussão entre os produtores rurais e não foi diferente durante as entrevistas do Circuito Tecnológico – Etapa Soja. Os técnicos viram situações bem diferentes em cada região de Mato Grosso: estradas sendo asfaltadas e outras com muitas dificuldades de trafegabilidade. “Na região Leste vimos trabalho sendo feito nas rodovias, isso é importante para o escoamento da safra”, diz Letícia Laabs, supervisora de projetos da região Leste.

Na BR-163 as mudanças são rápidas com o trabalho da concessionária Rota do Oeste. “Há um trabalho ágil na rodovia na região Sul. Na região entre Posto Gil e Lucas do Rio Verde também vimos melhorias com sinalização horizontal e vertical”, conta Susiane Azevedo.

Todas as equipes relataram a mesma impressão: o produtor rural está ávido por informação de qualidade para melhorar o seu negócio. A expedição foi fundamental para apresentar a Aprosoja-MT, o Imea e o Senar-MT para os agricultores e colocar as entidades à disposição do seu público. “Percebemos que algumas regiões estão bem cobertas, mas outras precisam de mais atenção. Levar informação para o Xingu não tem preço”, diz Eduardo Silveira, analista de projetos do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-MT), realizador do Circuito Tecnológico – Etapa Soja.

“Ainda temos melhorias a fazer, especialmente em relação aos questionários, mas em linhas gerais o evento foi um sucesso”, afirma Eduardo Vaz, analista de projetos da Aprosoja-MT. O Circuito Tecnológico – Etapa Soja é uma realização da Aprosoja-MT e do Senar-MT, com patrocínio de Basf, Bayer CropScience, Aprosmat, Sicredi, Chevrolet e Case.

Comentários no Facebook

Comentários no Site

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da Agência da Notícia. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agência da Notícia poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.
Comentários com mais de 1300 caracteres serão cortados no limite.

 
Sitevip Internet